Tamanho do texto

Depois de fingir a gravidez de gêmeos, Rosa Diaz disse à família que um dos bebês havia morrido e enterrou boneca de plástico em um caixão infantil

Depois da exumação do corpo, o homem descobriu que esposa não estava grávida e enterrou boneca para encobrir mentira
Reprodução/The Sun
Depois da exumação do corpo, o homem descobriu que esposa não estava grávida e enterrou boneca para encobrir mentira

O hondurenho Melvin Mendoza descobriu no último sábado (28) que sua esposa passou nove meses fingindo estar grávida de gêmeos. Segundo o portal The Sun , a mulher viajou para dar à luz e voltou com o caixão do que seria um dos bebês. A história, porém, 'levantou suspeitas' entre os amigos do marido, o que levou à exumação do corpo e, finalmente, à descoberta de  que havia uma boneca de plástico enterrada no lugar de seu suposto filho.

Leia também: Bebê é perfurado com agulhas em ritual para 'afastar espíritos malignos' na Ásia

As suspeitas começaram após Rosa Castellanos Diaz, moradora de El Coyolar, em Honduras, se recusar a abrir o caixão com o corpo do suposto filho recém-nascido. Depois do enterro, que aconteceu neste sábado (28), o marido e seus amigos decidiram investigar a história e realizaram uma exumação , que resultou na descoberta da farsa da mulher.

A família de Diaz acredita que ela fingiu a gravidez como uma tentativa de manter o casamento com Mendoza e, para isso, chegou a mostrar imagens de exames de ultrassom com os gêmeos.

Ela manteve a gestação falsa até o final dos nove meses, e quando seria o momento de dar à luz, na última sexta-feira (27), viajou até a capital do país dizendo que seus filhos nasceriam no Hospital Escola da cidade.

Contudo, naquela mesma noite, ela ligou para o marido e disse que um dos bebês não sobrevivera ao parto, enquanto o outro estava internado. Mendoza e sua família ficaram arrasados e aguardaram a chegada da mulher e do corpo do recém-nascido.

Leia também: Bebê morre de hipotermia após mãe esquecer janelas da casa abertas nos EUA

Descoberta da gravidez falsa e exumação do corpo

A exumação do recém-nascido foi feita pelo 'pai' e seus amigos, que suspeitaram de toda a situação criada pela esposa
Reprodução/The Sun
A exumação do recém-nascido foi feita pelo 'pai' e seus amigos, que suspeitaram de toda a situação criada pela esposa


Algumas pessoas começaram a suspeitar da história quando a hondurenha chegou à cidade natal com um caixão lacrado e sem o outro filho , dizendo que "estava sendo cuidado no hospital".

"Tudo aquilo não parecia certo. Então, na parte da noite, fomos ao cemitério para desenterrar o caixão. Quando abrimos, ficamos surpresos ao encontrar uma boneca de plástico , vestida como se fosse uma criança", disse Ismael Mejia. "Levamos o material para a polícia, assim eles poderiam ver que não tiramos a criança e colocamos um boneco no lugar".

Leia também: Recém-nascida sobrevive após ser enterrada viva pela bisavó no Mato Grosso; veja

Mendoza decidiu não prestar queixas na polícia sobre a falsa gravidez de sua esposa, que foi descoberta durante uma exumação do caixão recém-enterrado em Honduras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.