Autor do tiroteio em Toronto, no último domingo (22), foi identificado pela polícia do Canadá como Faisal Hussain
Twitter/Reprodução
Autor do tiroteio em Toronto, no último domingo (22), foi identificado pela polícia do Canadá como Faisal Hussain

O autor do tiroteio em Toronto, no último domingo (22), foi identificado pela polícia do Canadá como Faisal Hussain, de 29 anos. O agressor também morreu após  uma troca de tiros com as forças de segurança.

Ainda não se sabe o motivo do tiroteio em Toronto , mas a polícia não descarta nenhuma hipótese. À imprensa local, a família do atirador disse que Hussain tinha "problemas mentais". Nenhum grupo terrorista reivindicou a autoria. 

A família de Hussain expressou condolências aos parentes das vítimas e disse que foi "totalmente devastada" pela perda de vidas.

"Nosso filho teve sérios problemas de saúde mental, lutando contra psicose e depressão por toda a vida. As intervenções dos profissionais não tiveram sucesso", disse a família em um comunicado. 

Leia também: Sem álcool, cientistas no Canadá criam primeira cerveja de maconha

"Medicamentos e terapia foram incapazes de tratá-lo. Enquanto nós fizemos o nosso melhor para procurar ajuda para ele durante toda a sua vida de luta e dor, nunca poderíamos imaginar que este seria seu fim devastador e destrutivo." As autoridades não disseram se Hussain foi morto pela polícia ou se ele se matou. 

Você viu?

Detalhes sobre o tiroteio em Toronto

Tiroteio em Toronto deixa duas pessoas mortas e 13 feridos; atirado também morreu após o ataque
Reprodução/Twitter
Tiroteio em Toronto deixa duas pessoas mortas e 13 feridos; atirado também morreu após o ataque

Uma jovem de 18 anos e uma criança de 10 foram as vítimas fatais do ataque a tiros em Toronto. Além delas, 13 pessoas ficaram feridas depois que um homem abriu fogo em frente a um restaurante da cidade.

A menina de 10 anos morreu nesta segunda-feira, depois de ficar internada em estado grave. As demais vítimas não tiveram nenhuma informação revelada, nem mesmo os seus estados de saúde. Porém, todas estão sendo tratadas em diferentes unidades médicas do Canadá

O tiroteio aconteceu em frente a um restaurante no bairro de Riverdale. De acordo com a rede de TV americana CNN e a imprensa canadense, os tiros foram disparados entre as avenidas Danforth e Logan, no distrito de Greektown.

De acordo com testemunhas que gravaram a cena no Twitter, o atirador é visto andando calmamente pela rua, quando pega uma arma na bolsa e começa a atirar, em frente ao restaurante. O ataque ocorreu sem nenhum motivo aparente. 

Ainda pelo Twitter, outra moradora divulgou um vídeo em que é possível ouvir os tiros que foram disparados na noite de ontem. "Minha noite estava boa até eu ouvir tiros bem do lado de fora da minha casa, na Danforth. A violência em Toronto está uma loucura", escreveu.

Leia também: Tiroteio em escola e deixa ao menos dez mortos no Texas; atirador foi detido

À TV CBC News, uma terceira testemunha contou que estava no restaurante Christina's com sua família quando ouviu o som de 10 a 15 disparos. Jody Steinhauer disse que os funcionários do estabelecimento pediram aos clientes que corressem para os fundos do restaurante, durante o  tiroteio em Toronto .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários