A aeronave viajava de Dublin para Zadar quando sofreu uma “repentina queda de pressão
Reprodução/Twitter
A aeronave viajava de Dublin para Zadar quando sofreu uma “repentina queda de pressão" e fez o pouso de emergência

Trinta e três pessoas ficaram feridas neste sábado (14) depois de um avião da companhia aérea Ryanair cair nove mil metros e ter de realizar um pouso de emergência no aeroporto de Frankfurt-Hahn, segundo informou a Polícia Federal da Alemanha.

Leia também: Homem solta 'gases poderosos' e causa pouso de emergência em voo para Amsterdã

A aeronave, de voo FR7312, viajava de Dublin, na Irlanda, para a cidade de Zadar, na Croácia, e tinha 189 passageiros a bordo, quando sofreu uma “repentina queda de pressão” na cabine, o que fez com que o piloto necessitasse fazer o pouso de emergência , forçando a manobra.

A queda em mais de nove mil metros foi registrada pelo site “Flightradas24”, que acompanha em tempo real a posição de mais de 20 mil voos diários em todo o mundo. Segundo mostra o site, houve uma queda de 12 mil metros de altura para três mil metros.

Passageiros com dores e sangramentos após pouso de emergência

Assim que aterrissou em território alemão, os 33 passageiros foram transferidos para diversos hospitais para receber tratamento médico adequado. Muitos deles relataram estar com dores de ouvido e de cabeça fortes, além de ter náuseas. Também foi citado que alguns apresentaram sangramento nos ouvidos, ainda de acordo com informações da Polícia Federal o país.

Pessoa mostra a foto de uma máscara de oxigênio com sangue, que seria de uma passageira do avião da Ryanair
Reprodução/Twitter
Pessoa mostra a foto de uma máscara de oxigênio com sangue, que seria de uma passageira do avião da Ryanair

Depois de serem avaliados pelos médicos, alguns passageiros receberam alta neste sábado, enquanto outros permanecem internados sob observação.

Muitas pessoas reclamaram da falta de auxílio da Ryanair pelas redes sociais. No Twitter, passageiros dizem terem sido abandonados no aeroporto e cobram resposta da companhia aérea, que não comunicou a causa para a despressurização da cabine oficialmente.

Você viu?

Na internet, algumas pessoas compartilharam uma mensagem que supostamente foi encaminhada pela empresa aos passageiros do voo FR7312 , em que pede desculpas pelo ocorrido. “Estamos engajados para providenciar serviços para todos os passageiros a tempo, mas há situações excepcionais que saem totalmente de nosso controle e afetam nossas operações”, diz o e-mail.

Leia também: Passageira morre e sete ficam feridos em pouso de emergência na Filadélfia

Em uma imagem compartilhada na rede social, uma pessoa mostra a foto de uma máscara de oxigênio com sangue, que seria de uma passageira. “Ela não pode voar devido a seus ferimentos. Ainda estamos no Frankfurt-Hahn. Nenhuma informação, nenhuma alternativa, nenhum lugar para descansar”, aponta.

“A Ryanair é charlatã. Nunca informam, nunca se desculpam, nunca admitem falhas. É sempre problema da tripulação, do controle de tráfego aéreo ou de algum terceiro. Os oito últimos voos em quatro semanas chegaram com atraso de pelo menos uma hora”, escreve outro internauta.


"Antes de perdermos a luz e começarmos a ficar frios. Logo após esta foto, comecei a sentir a dor mais forte que já tive na minha vida", compartilhou passageira no Twitter. 

Leia também: Com toaletes quebrados em avião, piloto é 'obrigado' a fazer pouso de emergência

Depois do pouso de emergência da aeronave afetada pelo problema, um avião substituto concluiu a rota até a cidade croata, embora muitos dos passageiros não estivessem presentes para a viagem. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários