As chuvas torrenciais no Japão prejudicaram as operações de resgate em Hiroshima, Ehime, Okayama, Kyoto e regiões
Reprodução/ YouTube/ NHK WORLD-JAPAN
As chuvas torrenciais no Japão prejudicaram as operações de resgate em Hiroshima, Ehime, Okayama, Kyoto e regiões

Dezenas de pessoas morreram e pelo menos 50 estão desaparecidas após chuvas torrenciais no Japão provocarem deslizamentos de terra e enchentes no oeste do país neste sábado (7). Autoridades locais disseram que 38 pessoas foram mortas, no entanto, a emissora pública NHK informou que o número de mortos subiu para 46.

Leia também: Meninos presos em caverna na Tailândia dizem em carta aos pais que estão bem

O primeiro-ministro, Shinzō Abe, disse que a situação é "extremamente séria" e ordenou que os ministros "façam um esforço total" para resgatar as vítimas das chuvas torrenciais no Japão . A forte chuva prejudicou as operações de resgate em Hiroshima, Ehime, Okayama, Kyoto e outras regiões.

Nas áreas mais atingidas, os níveis de água chegaram a cinco metros, obrigando alguns moradores a subirem nos telhados e varandas para atrair a atenção de helicópteros de resgate. Milhares de pessoas foram orientadas a evacuar suas casas.

De acordo com as autoridades, quase 48 mil soldados, policiais e bombeiros foram enviados para operações de resgate. Outras 21 mil tropas estão de prontidão.

A Agência Meteorológica do Japão atualizou seu sistema de alerta para o nível mais alto - emitido apenas quando se espera que a quantidade de chuva seja a mais alta em décadas.

Entre os desaparecidos, cinco pessoas foram soterradas após um desmoronamento em Hiroshima . Na prefeitura de Ehime, uma mulher foi encontrada morta no segundo andar de uma casa atingida por um deslizamento de terra.

Você viu?

Leia também: Barco com turistas naufraga na Tailândia e deixa ao menos 49 desaparecidos

A prefeitura de Yamaguchi, outra área atingida pela forte chuva, alertou as pessoas a prestar atenção aos avisos de evacuação e agir rapidamente.

A prefeitura de Kyoto disse que estava trabalhando para controlar inundações em várias barragens. Cerca de 250 pessoas tiveram que fugir de suas casas e a prefeitura identificou a fatalidade de uma mulher de 52 anos.

Estradas foram bloqueadas em algumas áreas e avisos de deslizamentos de terra emitidos. Caminhões militares de água foram enviados para áreas onde os sistemas de água não estavam mais funcionando, disse a prefeitura de Okayama.

Embora o Japão esteja entre os países asiáticos mais modernizados, as áreas rurais são duramente atingidas pela estação chuvosa , resultando muitas vezes em baixas e danos pesados. 

Leia também: Reino Unido pede que Rússia explique envenenamento por agente nervoso Novichok

Chuva torrencial e terremoto abalam o Japão

Além dos estragos das chuvas torrenciais no Japão , um tremor de 5,9 de magnitude atingiu o país na manhã deste sábado (7), segundo o serviço geológico dos Estados Unidos (USGS). O epicentro foi registrado a 30 km a sudeste da cidade de Ohara. De acordo com a France Presse, não houve alerta para tsunami. Também não houve relato imediato de danos ou feridos.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários