Tamanho do texto

Adolescentes pediram para que os familiares não fiquem preocupados; grupo foi localizado na última segunda-feira (2) e resgate pode demorar meses

Doze adolescentes de um time de futebol júnior estão em uma caverna na Tailândia inundada por fortes chuvas
Reprodução/Twitter
Doze adolescentes de um time de futebol júnior estão em uma caverna na Tailândia inundada por fortes chuvas

Os 12 garotos que estão presos em uma caverna na Tailândia , na fronteira entre Laos e Myanmar, escreveram cartas aos pais afirmando que estão bem e pedindo aos familiares para não se preocupem. As cartas foram entregues pelos mergulhadores da marinha tailandesa.  

Nas mensagens, os garotos presos na caverna na Tailândia dizem que querem voltar para casa e também pediram suas refeições favoritas. “Não se preocupe, estou bem. Por favor, diga a Yod para me levar a uma loja de frango frito”, escreveu um dos garotos.

“Eu te amo pai, mãe e Toy. Se pudermos sair, por favor, você pode me levar para comer em um restaurante de carne de porco frito na frigideira? Eu te amo", declarou outro menino.

Outro garoto prometeu voltar ajudar os pais com os negócios. “Não se preocupe por eu estar ausente por duas semanas, vou ajudá-lo na loja em breve”.

Adul, o menino que falou com os mergulhadores ingleses quando foram encontrados na noite de segunda-feira, escreveu: “Não se preocupe conosco agora, sinto falta de todos. Eu quero voltar”.

Em sua carta, o treinador de futebol, de 25 anos, que acompanhou os garotos até a caverna depois do treino de futebol, pediu desculpas aos pais das crianças. “Para todos os pais, todas as crianças ainda estão bem. Eu prometo tomar o melhor dos cuidados com elas”, escreveu Ekkapol Chantawong. "Quero agradecer por todo o apoio e quero pedir desculpas aos pais."

Ele também falou à sua família: “Estou bem. Não se preocupe tanto comigo. Por favor, cuidem de vocês. Tio, por favor, diga a vovó para cozinhar uma casca de porco crocante com um molho picante. Eu vou comer quando sair. Eu amo todos vocês."

Resgate pode demorar meses

Segundo informações divulgadas na terça-feira (3) pela Marinha, o r esgate dos adolescentes pode levar alguns meses .  “Vamos nos preparar para enviar mais alimentos para ao menos quatro meses e ensinar os 13 [membros do grupo] a mergulhar, enquanto seguimos retirando a água”, informou o comandante Anand Surawan, da Marinha tailandesa.

Para o resgate dos adolescentes , um trabalho de dasafogamento da caverna é feito. No entanto, os trabalhos de drenagem são pouco efetivos até o momento e o nível de água dentro da caverna não sofreu alteração significativa.

Entenda o caso

O grupo foi localizado na última segunda-feira (2). De acordo com o governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osottanakorn, oficiais das forças navais do país encontraram os adolescentes dentro da caverna Tham Luang.

Com idade entre 11 e 16 anos, os garotos e o treinador, de 25 anos, estavam desaparecidos desde o dia 23 de junho, quando teriam entrado na caverna durante um passeio – e foram surpreendidos por chuvas torrenciais, que impediram a entrada de mergulhadores profissionais para o resgate.

Leia também: Barco com turistas naufraga na Tailândia e deixa ao menos 49 desaparecidos

Eles teriam pedalado até o local depois do treino e podem ter entrado na caverna na Tailândia por um túnel estreito de 15 metros que ficou completamente cheio de água devido à forte chuva.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.