Tamanho do texto

K V Moitheenkutty, de 60 anos, entrou na sala de cinema com a menina e uma mulher, de aproximadamente 40 anos; os dois foram detidos pela polícia

As câmeras de segurança flagraram o momento do abuso sexual contra a mãe e a filha dentro de uma sala de cinema indiana
Reprodução/The Indian Express
As câmeras de segurança flagraram o momento do abuso sexual contra a mãe e a filha dentro de uma sala de cinema indiana


O empresário K V Moitheenkutty, de 60 anos, foi preso pelo abuso sexual de uma menina de 10 anos de idade dentro de uma sala de cinema. De acordo com o jornal The Times of India , o caso foi filmado pelas câmeras de segurança e aconteceu em abril, no estado de Kerala, na Índia. Porém, o suspeito e uma mulher, que estava junto do homem e teria levado a garota até o local, só foram detidos na noite do último domingo (13).

Leia também: Russa é encontrada morta e mutilada após pegar carona por meio de aplicativo

O crime viralizou nas redes sociais e, a partir disso, passou a ser investigado pelas autoridades responsáveis por crimes contra crianças e adolescentes. "As imagens mostram o homem, uma mulher com cerca de 40 anos e uma menina entrando no cinema. Ele se senta no centro e começa o  abuso sexual da menor, sendo que a mulher parece consentir com o ato", explicou Anwar Karakkadan, coordenador distrital da instituição Childline, que denunciou o caso.

Segundo Karakkadan, porém, as investigações só começaram depois que imagens das câmeras de segurança foram mostradas em um canal televisivo local. Por isso, a Comissão de Direitos Humanos do Estado de Kerala entrou com uma ação contra os policiais , que teriam atrasado o início da apuração.

Leia também: Menino desaparecido em floresta dos EUA é encontrado pelado após horas de busca

Relação entre a mulher e a vítima de abuso sexual

Muitos portais, como o  The Indian Express , veicularam que a mulher em questão, detida por "levar a menina até o cinema para ser abusada" e também por "não denunciar o caso de violência", seria a mãe da criança. Entretando, de acordo com o  The Times of Times , a identidade da mulher ainda não foi confirmada, assim como a sua relação com a vítima.

Leia também: Em meio a confrontos e discursos de paz, EUA inauguram embaixada em Jerusalém

O coordenador ainda ressaltou que o comportamento da garota sugere que ela está acostumada a este tipo de abuso sexual e tratamento. Após a prisão dos dois supeitos, ela foi encaminhada para um abrigo infantil da região.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.