Tamanho do texto

Autoridades de Israel soaram alarmes antimísseis nas Colinas de Golã, na fronteira com a Síria; a população ouviu explosões barulhentas e repetidas

Na imagem, míssil é visto em um teste balístico de Israel; ataque a Israel ocorreu com 20 mísseis nas Colinas de Golã
Arquivo/Israel Ministry of Defense
Na imagem, míssil é visto em um teste balístico de Israel; ataque a Israel ocorreu com 20 mísseis nas Colinas de Golã

O exército do Irã disparou, segundo informa o exército israelense, cerca de 20 mísseis balísticos contra bases militares de Israel . Os ataques às bases ocorreram na noite desta quarta-feira (9) – no horário local, por volta da 0h de quinta. Todas elas estavam localizadas no sul da Síria, nas Colinas de Golã, fronteira israelense.

Leia também: Trump anuncia retirada dos Estados Unidos de acordo nuclear com o Irã

"Lançamentos de cerca de 20 mísseis foram registrados por volta da meia-noite em direção às posições de fronteira nas Colinas de Golã pelas forças al-Quds do Irã", afirmou um porta-voz do Exército de Israel.

Segundo o site local The Times of Israel , não há registro de feridos, mas os moradores da região foram orientados a procurar abrigos. Há relatos ainda de que a população ouviu fortes e repetidas explosões. Antes dos barulhos, foram disparados alarmes antimísseis na região. 

Leia também: Coreia do Norte liberta três norte-americanos que estavam detidos no país

Ainda segundo o jornal, alguns dos mísseis foram interceptados pela defesa do país e Israel chegou a revidar atacando posições sírias com artilharia. Por sua vez, o Exército de Israel afirmou que enxerga o episódio com "com grande severidade" e que está preparado para "uma ampla variedade de cenários".

Colinas de Golã e contexto atual

O incidente ocorre na mesma semana em que a mídia síria culpou Israel por um ataque com mísseis ao sul de sua capital, Damasco. Além disso, o alerta na região está em nível máximo desde a última terça-feira (8), quando os Estados Unidos saíram do acordo nuclear com o Irã, aliado do regime de Bashar al Assad.

Leia também: Vídeo flagra explosão de ônibus e momentos de pânico no centro histórico de Roma

As Colinas de Golã ficam a nordeste de Israel e pertenciam à Síria até 1967, quando foram tomadas pelas forças israelenses na Guerra dos Seis Dias. A região, que é bastante rica em recursos hídricos, foi anexada a Israel em 1981.

* Com informações da Agência Ansa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.