undefined
Reprodução/Twitter
Acidente aéreo deixa mortos no Nepal; 71 pessoas estavam a bordo do avião que pegou fogo e caiu

Um avião de passageiros caiu, na manhã desta segunda-feira (12), no aeroporto de Katmandu, capital do Nepal. O acidente aéreo aconteceu no momento da aterrissagem da aeronave, que pertencia à companhia bengalesa US-Bangla, e deixou mortos. 

Leia também: Avião russo cai na Síria e deixa 32 mortos; hipótese de ataque é descartada

De acordo com as primeiras informações divulgadas por agências internacionais, o avião transportava 71 pessoas, sendo 67 passageiros e quatro tripulantes. Apesar do acidente aéreo , 17 pessoas foram resgatadas com vida de dentro do avião. 

Segundo as autoridades, as buscas por sobreviventes continuam e o aeroporto ficará temporariamente fechado. O número de mortes ainda não é certo, mas a Reuters fala em 50 pessoas encontradas sem vida. Outras agências ainda falam em cerca de 30 mortes confirmadas.

A voo tinha saído de Dacca, capital de Bangladesh, e tinha como destino o próprio aeroporto de Katmandu. Há informações de que a aeronave chegou a pegar fogo antes de tocar o solo. 

As causas do acidente ainda não foram desvendadas, mas acredita-se em uma falha técnica na aeronave. 

Avião de pequeno porte cai em Dubai

O acidente no Nepal acontece poucas horas depois de, na noite deste domingo, um outro avião cair no Irã. A queda da aeronave privada turca aconteceu na na província de Chahar Mahaal e Bakhtiari, no sudoeste iraniano.

Leia também: Mulher grita "eu sou Deus" e tenta abrir porta de avião durante voo; assista

De acordo com as agências internacionais, esse acidente matou oito amigas que tinham participado de uma despedida de solteira em Dubai. A aeronave levava 11 pessoas, sendo oito passageiros e três tripulantes. O avião se chocou contra uma montanha após ter pegado fogo.

As amigas viajavam no Bombardier Challenger 604 para comemorar a despedida de solteira de Mina Basaran, filha do proprietário da empresa do setor energético Basaran Holding, de 28 anos, cujo casamento estava marcado para o próximo mês.

Segundo um porta-voz da agência de aviação civil do país persa, o jato partira de Sharjah, nos Emirados Árabes Unidos, e tinha Istambul como destino. As autoridades iranianas confirmaram que todas as pessoas a bordo morreram, mas as equipes de socorro não conseguiram chegar aos destroços.

Há 20 dias, no último dia 18 de fevereiro, um avião comercial da companhia Aseman já havia caído em outra zona montanhosa do Irã. Nesse episódio, havia 66 pessoas a bordo e, de acordo com autoridades iranianas, ninguém sobreviveu ao acidente aéreo. 

Leia também: Avião turco cai em região montanhosa do sudeste do Irã e mata 11 pessoas

* Com informações da Agência Ansa.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários