Tamanho do texto

Cerca de 150 pessoas ficaram suspensas a 25 metros de altura aguardando pelo resgate, realizado com helicóptero e cordas; ninguém ficou ferido

Teleférico da estação de esqui Chamrousse, na França, fica a cerca de 25 metros do chão
Reprodução/Actudirect
Teleférico da estação de esqui Chamrousse, na França, fica a cerca de 25 metros do chão

Um grupo de esquiadores entrou em uma fria (com o perdão do péssimo trocadilho) nessa véspera de Natal. Cerca de 150 pessoas passaram quase três horas presas nas gôndolas do teleférico de uma estação de esqui em Chamrousse, nos alpes da França, devido a uma pane no equipamento neste domingo (24).

Leia também: Juiz suspende parcialmente veto de Trump à entrada de refugiados nos EUA

As equipes de resgate precisaram utilizar um helicóptero e cordas para conseguir retirar todos os visitantes do teleférico , cujas gôndolas ficam erguidas a 25 metros do solo. De acordo com a imprensa francesa, ninguém ficou ferido durante o episódio.

Segundo informações da agência EFE, a falha no equipamento ocorreu ao meio-dia (horário local, 9h de Brasília) por motivos ainda desconhecidos e afetou 80 cabines. Cada compartimento tem capacidade para transportar até dez pessoas, conforme informaram funcionários da Companhia Republicana de Segurança (CRS) de Grenoble.

O teleférico da estação de esqui de Chamrousse foi construído em 2009 para substituir o equipamento anterior, mais arcaico. O equipamento é usado para levar os esquiadores da cidade do sudeste francês até o pico de uma montanha de 2.250 metros de altura.

Leia também: Itamaraty não tem previsão para enviar novo embaixador para a Venezuela

Veja imagens do resgate no teleférico de Chamrousse: