undefined
Reprodução/Twitter Patrick Greenfield
Área atingida é repleta de atrações turísticas em Londres; fotos e vídeos mostram forte presença da polícia

Diversas pessoas estão feridas depois de um carro invadir a calçada neste sábado (7), na cidade de Londres. O incidente ocorreu na rua Exhibition Road, em South Kensington, que fica próxima ao Natural History Museum (Museu da História Natural, em tradução livre), um dos mais frequentados da cidade britânica.

Leia também: Cabeça de porco é arremessada em casa de família de muçulmanos na Inglaterra

De acordo com o The Guardian , a Polícia Metropolitana de Londres  deteve um homem que estaria dirigindo o veículo. Os pedestres foram atropelados por volta das 14h20 locais (10h20 em Brasília), ainda segundo a Scotland Yard.

A polícia afirma que está investigando os motivos do incidente em South Kensington . Até agora, é encarado como “colisão”. Ainda segundo o mesmo portal britânico, um porta-voz da Scotland Yard divulgou instantes após a ocorrência que “oficiais estão em cena, e que os serviços de ambulância foram chamados e estão no local”.

Leia também: Tempestade Nate deixa 25 mortos na América Central e avança para México e EUA

Pelas redes sociais, as pessoas compartilham fotos e vídeos do local – que é repleto de museus e atrações turísticas -, mostrando a forte presença de agentes de segurança. Entre os atrativos, além do Natural History Museum, estão o Victoria and Albert Museum e o Science Museum.


Em nota divulgada pelas redes sociais, o Natural History Museum confirmou a ocorrência, ainda afirmando que a administração do museu trabalha com a polícia metropolitana – e que irá fornecer detalhes assim que tiverem mais informações. 


Museu foi evacuado

A Polícia Metropolitana de Londres evacuou o Museu de História Natural como medida de precaução, depois que várias pessoas ficaram feridas no atropelamento. As forças da ordem também fecharam para o público a estação de metrô South Kensington, a mais próxima ao museu, mas outras entradas do metrô da região permanecem abertas. Um porta-voz da residência oficial de Downing Street informou que a primeira-ministra, Theresa May, está acompanhando de perto a situação.

Leia também: Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares ganha Nobel da Paz


    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários