undefined
Reprodução/BuzzFeed
A família de muçulmanos assistia à televisão quando a cabeça do porco foi arremessada contra a janela

Uma família de muçulmanos foi vítima de um provável crime de ódio no último sábado (30). Moradores da cidade inglesa de Oldham, o grupo assistia à televisão quando um homem atirou uma cabeça de um porco contra a janela da sala. O pacote atravessou o vidro e quase atingiu duas crianças, um menino de 14 e uma menina de seis anos.

Leia também: Tempestade Nate deixa 25 mortos na América Central e avança para México e EUA

Segundo informações do Buzzfeed do Reino Unido, Ajaz Mahmood, pai das crianças, estava no trabalho quando recebeu uma ligação de sua esposa, Ghazala Kausar, que explicou o incidente. “Ela disse que alguém quebrou a janela e eu corri para casa”, contou o patriarca da família de muçulmanos .  

Entretanto, o homem só percebeu o que realmente tinha acontecido quando chegou à porta da frente e viu a cabeça do porco, enrolada em um saco de plástico. Ele ainda detalhou que seus filhos ficaram muito assustados. “Os dois começaram a fazer perguntas, mas como eu explico isso a uma criança de seis anos de idade? O que você diz para eles? Eu disse que foi apenas uma pessoa estúpida”.

undefined
Reprodução/BuzzFeed
Os filhos do casal ficaram muito assustados, além de não conseguirem compreender a situação


Leia também: Deputado 'pró-vida' renuncia nos EUA após ter pedido para amante abortar

A ação das autoridades

Os policiais foram chamados imediatamente após a ocorrência, porém, Mahmood relatou que os oficiais demoraram três horas para chegar ao seu endereço pois “não consideraram o caso uma prioridade”. Porém, depois dos momentos de espera, a família pode conversar com os responsáveis e reportar a situação.

Agora, o caso está sendo investigado  como um possível crime de ódio. Segundo o Buzzfeed , quase três mil incidentes do gênero foram registrados na região de Manchester, sendo que motivações raciais ou religiosas constituem quase 100% das denúncias.

Até o momento, as autoridades possuem as imagens de três homens que estacionaram nas proximidades da casa de Mahmood e Kausar. Um deles saiu do banco de trás e foi visto jogando algo pela janela da residência, possivelmente, um jovem de 18 anos com um capuz preto.

Leia também: Campanha Internacional para a Abolição das Armas Nucleares ganha Nobel da Paz

Para judeus e muçulmanos, os porcos são animais impuros, e por causa disso, os adeptos da crença não consomem a sua carne.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários