O furacão Nate , que atingiu categoria 1 neste sábado (7), deve se intensificar ainda mais nas próximas horas, alcançando o nível 2 assim que chegar na Costa do Golfo dos Estados Unidos. Segundo informações do Centro Nacional de Furacões (CNH, na sigla em inglês), localizado em Miami, o centro do fenômeno registrou ventos de 285 km/h em direção ao sudeste da foz do rio Mississippi.

Leia também: Morro dos Macacos, no Rio, tem intenso tiroteio na madrugada deste sábado

O furacão começou a ganhar força durante sua passagem pela Península de Yucatán, no México, depois de ter devastado países da América Central, onde pelo menos 22 pessoas morreram. Autoridades dos estados de Louisiana e do Mississippi, nos EUA, já declararam estado de emergência. Moradores da região foram orientados a deixar as áreas costeiras e ilhas próximas antes da passagem do Nate.

undefined
Reprodução
Segundo Centro Nacional de Furacões, o furacão Nate pode elevar níveis do mar em até 2,1 metros após chegar nos EUA

Leia também: Manifestações na Espanha pedem união e diálogo entre Madri e Catalunha

Além disso, diversas pessoas foram retiradas das plataformas de petróleio offshore na região do Golfo. De acordo com o governo do Mississippi, cerca de 11 abrigos serão oferecidos para as famílias que precisarem sair de suas residências. O CNH alertou, ainda, que o Nate pode aumentar os níveis do mar entre 1,2 metro e 2,1 metros no trecho entre Morgan City, no estado da Louisiana, e o Alabama, na fronteira com a Flórida.

Furação deixou 13 mortos na Nicarágua

Segundo informações da agência de notícias "EFE", ao menos 13 pessoas morreram e uma ficou desaparecida na Nicarágua por conta da passagem do fenômeno e das fortes chuvas típicas deste período do ano na região. Quando passou pelo país, o furacão ainda tinha categoria 1. Cerca de 3,5 mil residências foram afetadas, sendo 3.441 inundadas. Outras 48 moradias ficaram semidestruídas, 20 foram destruídas completamente e 15 estão em risco de entrar em colapso.

Leia também: Carro invade calçada perto de museu e deixa diversos feridos em Londres

As informações são do Sistema Nacional de Prevenção e Atenção a Desastres, da Nicarágua. O furacão Nate também deixou uma série de prejuízos em infraestrutura, no fornecimento de energia elétrica e no serviço de água potável. Neste momento, as autoridades locais mantêm um alerta amarelo de prevenção e suspensão das aulas nos colégios do país.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários