Em junho, sete pessoas morreram após ataques em Londres; premiê do Reino Unido prometeu resposta dura
CNN/Reprodução 18.06.2017
Em junho, sete pessoas morreram após ataques em Londres; premiê do Reino Unido prometeu resposta dura

O Reino Unido reduziu neste domingo (17) de "crítico" para "grave" o nível de alerta terrorista no país após a prisão de dois homens relacionados à explosão ocorrida na última sexta-feira (15) em uma composição do metrô  de Londres, informou a ministra do Interior, Amber Rudd.

A ministra do Reino Unido disse que a polícia britânica fez grandes progressos na investigação sobre o ataque, em que 30 pessoas sofreram ferimentos leves devido à explosão de um artefato em um vagão na estação Parsons Green. O nível "grave" - o segundo mais alto de uma escala de cinco - significa que um ataque terrorista é altamente provável.

A ministra explicou que a decisão de reduzir o alerta foi tomada pelo Centro de Análise Conjunto de Terrorismo, composto por representantes de 16 departamentos do governo e com sede no escritório do serviço secreto MI5. "Grave significa que um ataque é altamente provável, por isso peço a todos que fiquem alertas, mas não alarmados", acrescentou.

A decisão foi tomada depois que a polícia prendeu neste fim de semana dois jovens, um de 18 e outro de 21 anos, por relação com o ataque.

Leia também: Coreia do Sul e EUA querem sanções mais fortes à Coreia do Norte

Você viu?

O rapaz de 18 anos foi preso sábado (16) de manhã na sala de embarque do Porto de Dover, no Sudoeste da Inglaterra, e o outro também no sábado (16) à noite no bairro de Hounslow, perto do aeroporto de Heathrow, em Londres. As autoridades britânicas ainda não divulgaram nem as nacionalidades, nem as identidades de ambos.

O grupo terrorista Estado Islâmico  assumiu a autoria do ataque, embora Amber Rudd tenha dito hoje à rede de televisão "BBC" que "não há evidências" de que a organização esteja por trás deste atentado.

Ataques em junho

No início de junho, sete pessoas morreram e pelo menos 48 ficaram feridas após dois ataques terroristas em Londres , sendo um na London Bridge e outro no Borough Market. Três suspeitos também foram mortos durante troca de tiros com policiais.

Após os atentados, a primeira-ministra do Reino Unido, Thereza May, fez um duro discurso contra o terrorismo . A premiê britânica alertou que "há muita tolerância com o terrorismo " no Reino Unido e prometeu que se empenhará na luta contra a ameaça de radicais islâmicos. "Enough is enough", disse May, declaração que significa algo como "Chegou a hora de dar um basta" em português.


* Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: Estado Islâmico

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários