Tamanho do texto

A polícia perseguia suspeitos que tentavam entrar na capital do país, com intenção de bombardear áreas lotadas no primeiro dia útil após o Ramadã

Um atentado com três carros-bomba em Damasco, capital da Síria , na manhã deste domingo (2), por volta das 6h (horário local), deixou pelo menos sete mortos e mais de uma dezena de feridos até o momento, segundo informações do "The Guardian". Os dados ainda estão inconsistentes.

Leia também: Iraque declara fim do Estado Islâmico no país após recuperar mesquita

A polícia perseguia três carros suspeitos, que tentavam entrar na cidade de Damasco neste domingo, conseguindo barrar apenas dois dos carros. O terceiro, no entanto, acabou rompendo a barreira e foi até o parque Tahrir, onde ocorreu a explosão que causou as mortes e pessoas feridas, segundo a rede de TV norte-americana "CNN". 

Os responsáveis pelo atentado tinham a intenção de bombardear as áreas lotadas da capital no primeiro dia útil após o fim do Ramadã , o mês sagrado muçulmano. Segundo autoridades locais, o ataque, além de matar e ferir, causou danos materiais na área também.

Leia também: Tiroteio em casa noturna deixa 17 feridos nos EUA; não há suspeita de terrorismo

Nenhum grupo assumiu o ataque até esse momento.

Conflito sírio

Damasco raramente é atingida por ataques. Desde o início do conflito sírio , há mais de seis anos, as tropas governamentais e as milícias aliadas dominaram a capital. Em março, grupos rebeldes lançaram um ataque surpresa a nordeste de Damasco, aproveitando que as forças do regime sírio estavam sobrecarregadas pelos conflitos em outras localizações do país. 

Leia também: Nevada é o sétimo estado dos EUA a permitir venda e consumo de maconha

O regime sírio foi enfraquecido na capital Damasco - localizado no sul do território - já que o foco na luta contra o Estado Islâmico está na cidade de Raqqa, no norte, explicou Andrew Tabler, especialista em política árabe no Instituto de Washington para a "CNN". 


    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.