Tamanho do texto

Caso chocante, envolvendo sequestro, estupro e assassinatos em série, mobilizou os Estados Unidos no ano passado; assista ao vídeo do resgate

Após sequestro por serial killer, mulher ficou cerca de dois meses presa em contêiner, acorrentada pelo pescoço
Reprodução/CBS News
Após sequestro por serial killer, mulher ficou cerca de dois meses presa em contêiner, acorrentada pelo pescoço





Um misterioso desaparecimento na cidade de Anderson, Carolina do Sul, nos Estados Unidos, deixou o país chocado no ano passado. O sumiço dos namorados Kala Brown, de 30 anos, e Charlie Carver, de 32 anos, envolveu um serial killer que cometeu crimes repugnantes, como sequestro, acorrentamento, estupro e assassinato em massa.

Leia também: Gato super-herói ataca homem que tentava invadir casa nos Estados Unidos

Antes de descobrirem que a mulher fora sequestrada por um serial killer , sendo vítima de estupro e mantida em cativeiro por meses, a polícia estava sem pistas do paradeiro do casal e não sabia mais o que fazer para tentar solucionar o caso. 

Mas, tudo mudou quando investigadores escutaram os gritos de uma mulher, aparentemente vindo de dentro de um contêiner de metal, e invadiram o local para descobrir o que estava acontecendo. 

Então, a polícia escontrou Brown, que, acorrentada pelo pescoço, revelou ser feita de escrava sexual. Assista ao vídeo com as imagens chocantes do resgate:




A partir da libertação da mulher, outros detalhes sobre o caso foram descobertos. Ela revelou, por exemplo, que o assassino  que a mantivera sequestrada teria matado seu namorado, Carver, com três tiros no peito. Além disso, o corpo do homem estaria enterrado nas imediações da localização do contêiner, junto com outras pessoas vitimadas pelo assassino em série.

Posteriormente, a polícia encontrou os três corpos apontados pela mulher, incluindo o de seu namorado.

Criminoso identificado

O assassino responsável pelos chocantes crimes é Todd Kohlhepp, de 46 anos, que foi identificado e preso momentos depois do resgate de Brown. Em depoimento, ele confessou o assassinato de sete pessoas.

Kohlhepp, serial killer responsável pelos crimes
Reprodução/Daily Mail
Kohlhepp, serial killer responsável pelos crimes

Além de Charlie Carver, o homem também matou Scott Ponder, Beverly Guy, Brian Lucas, Chris Sherbert, Johnny Joe Coxie e Meagan Leigh McCraw-Coxie.

Alguns desses crimes foram cometidos há mais de 13 anos e permaneceram, até 2016, sem nenhuma solução. 

Agora, o serial killer  Kohlhepp foi condenado a 60 anos de prisão, além das sete prisões perpétuas referentes aos assassinatos.

Leia também: Casal faz sexo em poltrona de avião durante voo e é flagrado por passageiros

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.