Atentado a Parlamento de Londres deixou pelo menos cinco mortos e mais de 40 feridos; saiba mais sobre alguns deles
Reprodução/Facebook
Atentado a Parlamento de Londres deixou pelo menos cinco mortos e mais de 40 feridos; saiba mais sobre alguns deles

Um dia depois do atentado terrorista em Londres , que aconteceu entre a Ponte de Westminster e o Parlamento, algumas das vítimas já foram identificadas. Além de 12 britânicos, estão entre os feridos cidadãos da Espanha, Romênia, Grécia, Coreia do Sul, China, Irlanda, Polônia, Estados Unidos, Alemanha e Itália.

Leia também: Estado Islâmico reivindica autoria do atentado contra o Parlamento de Londres

Saiba um pouco mais sobre algumas das vítimas do atentado a Londres .

Aysha Frade

undefined
Reprodução/Facebook

Aysha Frade estava indo buscar as duas filhas quando foi atropelada na Ponte Westminster

A britânica de 43 anos estava indo buscar as duas filhas, de oito e 11 anos, na escola quando foi atropelada pelo carro do terrorista na Ponte Westminster, sendo jogada para baixo de um ônibus. Ela acabara de sair do colégio onde trabalhava.

“Aysha trabalhava como um membro da equipe administrativa do colégio. Ela era extremamente querida e amada por nossos estudantes e por seus colegas. Todos nós sentiremos profundamente sua falta”, disse a diretora da instituição.

Casada com um português, apesar de ter nacionalidade britânica, a família de Frade vive em Betanzos, na região Galícia da Espanha. Por mais que não a conhecesse pessoalmente, o prefeito da cidade manifestou seus sentimentos. “É uma tragédia... Têm pessoas aqui na prefeitura que a conheciam e conhecem sua família e todos foram profundamente afetados”.

Andreea Cristea

undefined
Reprodução/Facebook

Andreea Cristea sofreu lesões graves ao pular no Rio Tâmisa para escapar do ataque

Ferida gravemente, a romena de 29 anos viajava com o noivo para comemorar o aniversário dele. Os dois andavam em direção à roda gigante London Eye quando foram surpreendidos pelo ataque.  Para escapar, ela decidiu pular no Rio Tâmisa.

 O namorado de Cristea quebrou o pé. Infelizmente, ela não teve a mesma sorte e sofreu lesões mais graves: com ferimentos na cabeça e com pulmões prejudicados, está sendo tratada no hospital St. Thomas.

O embaixador da Romênia no Reino Unido, Dan Mihalache, deu entrevista ao canal Realitatea TV sobre o estado do casal. “Eles são turistas. Infelizmente, tiveram azar”, disse. As famílias dos dois devem chegar à cidade britânica em breve.


Você viu?

Kurt Cochran

Os norte-americanos Kurt Cochran e sua esposa, Melissa, celebravam 25 anos de casamento  em viagem pela Europa
Reprodução/Facebook
Os norte-americanos Kurt Cochran e sua esposa, Melissa, celebravam 25 anos de casamento em viagem pela Europa

Nativo de Utah, nos Estados Unidos, Cochran viajava pela Europa com sua esposa para celebrar os 25 anos de matrimônio. Não se sabe se o homem de 54 anos pulou da ponte ou foi jogado pelo carro, mas faleceu em decorrência de seus ferimentos.

Leia também: Terrorista de Londres era britânico e já foi investigado por terrorismo, diz May

Sua esposa, Melissa, de 46 anos, foi socorrida por estranhos enquanto o sangue escorria de sua cabeça. Ela quebrou uma perna e uma costela, e se recupera de seus ferimentos internada no hospital, mas passa bem.

Yann, Victor e Thomas (colégio Saint-Joseph)

Três adolescentes, estudantes da escola Saint-Joseph de Concarneau, ao norte da França, se machucaram no atentado. Com idades entre 15 e 16 anos, os garotos foram identificados apenas como Yann, Victor e Thomas, e faziam parte de um grupo de 90 alunos viajando com o colégio.

Aproximadamente uma dúzia dos estudantes estava na ponte no momento do ataque, mas só os três ficaram feridos. Um deles está em estado crítico, e os médicos afirmaram "lutar para salvar a vida de outro". Não se sabe a condição médica do terceiro.

O diretor da escola entrou em contato com os pais e convocou uma reunião para discutir o estado dos adolescentes. O presidente da França, François Hollande, informou que os parentes dos garotos já estavam a caminho do hospital.

Owen Lambert e Travis Frain (Edge Hill University)

Quatro universitários sofreram lesões leves. Eles faziam parte de um grupo de 13 estudantes em uma viagem educacional de dois dias e tinham acabado de sair do Parlamento quanto foram feridos no ataque.

Leia também: Theresa May presidirá reunião de emergência para discutir ataque em Londres

Foram identificados dois dos alunos: Owen Lambert, de 18 anos, e Travis Frain. Lambert precisou levar alguns pontos na cabeça, enquanto Frain ficou com uma costela trincada e teve ferimentos na mão e no braço. De acordo com a mãe de Frain, o garoto está bem humorado apesar de suas lesões.

Keith Palmer

O agente de polícia de 48 anos foi esfaqueado enquanto tentava impedir o avanço do autor do ataque ao prédio parlamentar. Ele serviu 15 anos no Esquadrão de Proteção Diplomática e estava desarmado. A Primeira Ministra, Theresa May, afirmou que Palmer foi “um herói e suas ações nunca serão esquecidas”.

Outras vítimas

Três oficiais da polícia de Londres estão em estado grave se recuperando de seus ferimentos. Quatro turistas sul-coreanos com idades entre 50 e 60 anos foram machucados pela multidão que tentava escapar do local do ataque.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários