Tamanho do texto

Neil Cuthbertson atacou uma menina de 11 anos e outra de oito, e foi preso por se declarar culpado de assédio sexual e quebra de ordem preventiva

Aos 51 anos, pedófilo ficará preso por cinco anos e nove meses pelos assédios sexuais cometidos
Polícia Metropolitana de Londres
Aos 51 anos, pedófilo ficará preso por cinco anos e nove meses pelos assédios sexuais cometidos

Um pedófilo que apalpou uma menina de 11 anos em uma loja de brinquedos foi condenado a quase seis anos na prisão na Inglaterra. Neil Cuthbertson, de 51 anos, beliscou o traseiro da garota durante alguns minutos durante um show de mágica que acontecia no local.

LEIA MAIS: Técnica de vôlei é presa após abusar sexualmente de aluna de 15 anos

A vítima estava de pé ao lado de sua mãe e irmã quando o pedófilo começou a apalpá-la. A princípio, a menina pensou que fosse sua mãe, mas então o toque se tornou um beliscão e ela estranhou. Ela então se virou e viu o agressor, que logo tirou a mão e fugiu, mas foi flagrado pelas câmeras de segurança da loja.

O assédio aconteceu em novembro de 2015 e até hoje a vítima sofre com o trauma. “Desde o ataque ele enfrenta dificuldade para dormir e, com frequência, a encontro chorando”, afirmou a mãe da criança em depoimento. “Ela me disse que não consegue parar de pensar no que aconteceu e que não consegue tirar aquele homem de sua cabeça”.

LEIA MAIS: 'Não sabia que estava grávida': adolescente dá à luz e joga bebê pela janela

Cuthbertson foi preso um ano depois do ataque na loja de brinquedos, mas somente após assediar outra menina de oito anos na fila de um supermercado, em novembro de 2016. Ele encostou na bunda da garota e tirou a mão rapidamente, como se tivesse tocado algo quente. Por mais que a criança não tenha percebido, testemunhas avisaram a mãe, que ficou profundamente incomodada.

Ao apreender o celular do agressor, a polícia encontrou vídeos de crianças patinando no gelo, reforçando tendências à pedofilia. “Você é, infelizmente, uma ameaça a pequenas meninas com idade de10 ou 11 anos”, disse o juiz durante o julgamento. “Você parece não ter capacidade de controlar seus impulsos e não pensa nas graves consequências para as meninas que se sentem perturbadas pelos seus atos”.

LEIA MAIS: Adolescente que transmitiu ao vivo estupro de amiga é condenada a nove meses

O pedófilo se declarou culpado pelas duas acusações de assédio sexual e também por duas acusações de quebra de ordem preventiva. Ele recebeu pena de 15 meses pelo primeiro ataque, seis meses pelo segundo, e duas penas de 24 meses, uma para cada ordem preventiva. No total, Cuthbertson ficará preso por cinco anos e nove meses.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.