Tamanho do texto

Veículo transportava estudantes húngaros; outros 13 adolescentes foram resgatados com ferimentos graves, de acordo com as autoridades locais

Veículo atingido por incêndio transportava estudantes húngaros; pelo menos 13 pessoas se feriram gravemente
Polizia di Stato
Veículo atingido por incêndio transportava estudantes húngaros; pelo menos 13 pessoas se feriram gravemente

Incêndio em um ônibus de estudantes húngaros deixou ao menos 16 mortos nas proximidades de Verona, cidade localizada no norte da Itália. Outros 13 passageiros ficaram gravemente feridos.

LEIA MAIS: Após terremotos, avalanche deixa hotel soterrado na Itália com 30 vítimas

Os números sobre as consequências do incêndio foram confirmados pelo ministro das Relações Exteriores da Hungria, Péter Szijjártó, que garantiu estar em contato com as autoridades italianas. O ônibus transportava 56 pessoas, principalmente adolescentes de 14 a 18 anos que retornavam de um período de férias na França.

O acidente ocorreu momentos antes da meia-noite deste sábado (21) na estrada que liga Verona a Veneza. Segundo informações preliminares, o veículo se chocou contra o pilar de uma ponte. A Procuradoria da República abriu uma investigação para apurar as causas da tragédia. Um caminhoneiro ouvido pela polícia relatou ter visto um problema na roda do veículo 30 quilômetros antes do local da batida.

LEIA MAIS: Prédio de 17 andares desaba após incêndio no Irã e mata dezenas de bombeiros

"Eu vi gente queimando viva, imagens horríveis que nunca conseguirei esquecer. Desci do carro e fui a pé até o ônibus para ver se podia ajudar. Era possível escutar gritos, as pessoas colocavam as mãos na cabeça", contou um motorista italiano que passava pela região.

Os adolescentes estudavam no colégio Szinyei Merse, de Budapeste. Todos os anos, a escola organiza uma excursão de uma semana em uma estação de esqui na França. A maioria dormia no momento do acidente. "As pessoas que estavam sentadas na parte posterior do ônibus se salvaram quebrando os vidros. Um professor de educação física voltou ao veículo e salvou muitos dos que estavam a bordo. Ele está internado com queimaduras profundas nas costas", disse a cônsul-geral da Hungria em Milão, Judit Timaffy.

LEIA MAIS: Seis sobreviventes são encontrados sob escombros de hotel soterrado na Itália

O ministro das Relações Exteriores da Itália , Angelino Alfano, expressou sua "dor" pela notícia do "terrível incidente com o ônibus húngaro". "Exprimo solidariedade e forte proximidade do governo italiano às autoridades húngaras, às famílias das vítimas e aos feridos, desejando para estes últimos uma pronta recuperação", ressaltou o chanceler.

Casa noturna

Também na madrugada deste sábado, um incêndio atingiu uma casa noturna em Bucareste, capital da Romênia. Cerca de 40 pessoas foram socorridas a hospitais próximos, sendo que a maioria em razão de inalação de fumaça e hipotermia. Outras tiveram fraturas, pois pularam de um terraço no pavimento superior. Não há informação sobre mortos.


* Com informações da Ansa