Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados
Paulo Sergio/Câmara dos Deputados
Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados

No dia em o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou um relatório atestando a maturidade dos sistema eleitoral brasileiro e das urnas eletrônicas , o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), reforçou o discurso sobre confiança nas urnas, afirmando que elas têm apoio institucional.

“Eu acho que todo o sistema pode ser aperfeiçoado, todo o sistema pode dar mais transparência possível, mas não é desacreditando nas eleições, as instituições, a democracia que nós vamos resolver o problema do Brasil”, afirmou ao JR Entrevista, da Record, nesta segunda-feira.


Lira diz que a polêmica em torno da confiabilidade das urnas pode durar mais alguns dias, “mas a serenidade” no debate virá. Ele reforçou que, assim como os demais políticos, vêm sendo eleito pelas urnas eletrônicas e defendeu a autocontenção dos poderes, para evitar desgastes entre as instituições e distensionar o ambiente.

“Institucionalmente as urnas têm apoio. Eu não fui eleito nesse pleito. Eu fui há seis pleitos eleito pela urna eletrônica. Não posso ir contra isso”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro costuma disparar frequentes ataques às urnas eletrônicas. Sem apresentar provas, por várias vezes já colocou em dúvida a segurança e confiabilidade do sistema. Esse discurso, além de acirrar os atritos entre as instituições, é apontado como um meio para que ele possa contestar o resultado das urnas, caso seja derrotado na eleição de outubro. Ele é candidato à reeleição.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo.  Siga também o  perfil geral do Portal iG.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários