Luis Roberto Roberto Barroso%2C presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)
Abdias Pinheiro/ASCOM/TS
Luis Roberto Roberto Barroso, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE)


O Presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Ministro Luís Roberto Barroso , explicou que um problema técnico em um processador dos computadores do TSE atrasou a divulgação dos votos pelo site do Tribunal. Em entrevista coletiva na noite deste domingo (15), Barroso disse também que o atraso em nada influencia no resultado final das eleições.

"Houve um atraso na totalização dos resultados por força de um problema técnico , que foi exatamente o seguinte: um dos núcleos de processadores do supercomputador que processa a totalização falhou e foi preciso repará-lo", explicou Barroso, acrescentando que espera ter maiores informações amanhã. 

"A ideia de que a demora possa trazer algum tipo de consequência para o resultado não faz o menor sentido, porque o resultado das eleições já saiu no momento em que a urna imprimiu o boletim [que é impresso em diversas vias]", tranquilizou Barroso, dizendo que o problema técnico foi exclusivamente do Tribunal Superior Eleitoral na hora de totalizar as informações recebidas.

Barroso comentou sobre a notícia que saiu mais cedo sobre um suposto vazamento . "A Polícia Federal já apurou o vazamento. Nada ocorreu de ataque que implicasse em vazamento na data de hoje", disse. O ministro explicou que esse vazamento ocorreu anteriormente a 23 de outubro e, provavelmente, se refere a fatos "bastante pretéritos". Isso porque, segundo Barroso, as informações irrelevantes que foram vazadas são do período de 2001 a 2010.

Sobre um ataque que teria acontecido na manhã deste domingo, Barroso diz que ele "foi totalmente inócuo" porque os técnicos conseguiram evita-lo a tempo.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários