Confira a análise do segundo dia de prova do Enem
Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
Confira a análise do segundo dia de prova do Enem

A prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste domingo (28), que abordou temas de Matemática e Ciências da Natureza, teve enunciados mais curtos e exigiu menos cálculos dos candidatos.

A análise é de Edmilson Motta, coordenador-geral do Grupo Etapa, que afirma que os enunciados mais curtos em Biologia e Química podem "ter ajudado os estudantes a ter mais fluidez e agilidade na resolução das questões", sobrando mais tempo para as questões de Matemática.

A prova de Matemática, por sua vez, teve muitos gráficos e tabelas, tornando o Enem mais difícil. "Outro ponto foi a abrangência na distribuição dos tópicos matemáticos, com a presença de problemas, porcentagens e geometria, seguindo assim o padrão do Enem", diz Edmilson.

Já na prova de Biologia, o coordenador afirma que "foi possível perceber uma mudança em comparação com as últimas edições", já que os enunciados foram mais curtos. Isso, no entanto, "não comprometeu a qualidade acadêmica da prova", avalia.

A prova de Física contou com menos cálculos, enquanto a de Química foi "mais simples e direta". "Nesta edição, as questões estavam mais simples, com uma excelente distribuição dos conteúdos e um nível de dificuldade bem parecido com o exame da Fuvest ", comenta Edmilson sobre a prova de Física.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários