Escola vazia em São Paulo
Governo do Estado de São Paulo/Divulgação
Escola vazia em São Paulo


Em coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, nesta quinta-feira (5), o governador do Estado de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou a incorporação de 400 novas escolas públicas ao Programa de Ensino Integral (PEI). Segundo o governo do Estado, as unidades de ensino selecionadas devem começar a operar integralmente a partir de fevereiro de 2021.


Asssim que as escolas passarem a funcionar em tempo integral, o estado de São Paulo terá atingido a marca de 1064 unidades de ensino nesse formato . Até 2018, eram 364 escolas. Atingir a marca de 1000 escolas era uma promessa de campanha do governador João Doria. Ao todo  542 mil vagas serão preenchidas por alunos dos anos finais do ensino fundamental e ensino médio. “Meio milhão de alunos em 2021. É o maior número de alunos em tempo integral em um estado no Brasil”, disse Doria.

Você viu?

"Nossa meta era chegar a mil escolas até o final do governo. Nós já estamos alcançando essa meta em 2021, e dentro do possível vamos alargar ainda mais e vamos fazer um plano para que em 10 ou 15 anos toda a rede seja em tempo integral. Esse não pode ser o plano de um governo ", disse secretário de Educação, Rossieli Soares.

As escolas que manifestarem interesse em aderir ao program de tempo integral devem obdecer as condições exigidas pela Secretaria de Educação, como er mais de 12 salas de aulas e atender a uma comunidade com maior vulnerabilidade socioeconômica.  Em 2021, 254 mil novos alunos  dos anos finais do ensino fundamental e ensino médio deverão estudar em período integral.

O governo também destacou que as escolas que aderem ao Programa de Ensino Integral cresceram 1,2 ponto no Indíce de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB)  em 2019 ao serem comparadas com a última atualização do índice. As escolas da rede regular registraram evolução de 0,6. As 33 melhores escolas de ensino médio são integrais, de acordo com resultados do IDEB.



    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários