Mourão minimizou a quantidade de candidatos afetados por falha.
Adnilton Farias/VPR
Mourão minimizou a quantidade de candidatos afetados por falha.

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB), que está como presidente em exercício nesta quinta-feira (23), enquanto Jair Bolsonaro (sem partido) está na Índia, minimizou a quantidade de candidatos afetados pelo erro no Enem 2019 . Segundo ele, ao analisar a quantidade de participantes do exame, o número de afetados é " ínfimo ".   

Leia também: Auditoria não encontra irregularidades no BNDES

Entretanto, Mourão também afirmou que compete ao Ministério da Educação ( MEC ) corrigir esses erros. "Se você colocar em termos de porcentagem, é ínfimo. Mas, de qualquer jeito, são 6.000 pessoas que se sentiram prejudicadas. Então compete a nós, por meio do Ministério da Educação e mais precisamente do Inep, corrigir isso aí".

Antes de embarcar para a Índia na manhã desta quinta (23), Bolsonaro foi questionado sobre o tema. Contudo, o presidente não respondeu as perguntas, dizendo que as respostas deveriam ser cobradas de Abraham Weintraub , Ministro da Educação.

    Leia tudo sobre: Enem

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários