Alunos prestando prova do Enem, usado na inscrição do Sisu arrow-options
Arquivo/Agência Brasil
Inscrições para o Sisu do primeiro semestre serão abertas na próxima terça-feira (21)

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na manhã desta sexta-feira (17) os resultados individuais da prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A nota define quem poderá acessar o ensino superior por meio do Sisu, ProUni ou Fies. 

Leia também: Enem libera notas nesta sexta-feira; veja como recuperar senha

Pelo calendário do ministério, o Sisu é o próximo passo para quem deseja entrar em uma universidade com a nota do Enem . No dia 21 de janeiro o sistema do programa será aberto para que os candidatos façam suas opções de carreira. Mas até lá, o que pode ser feito?

Objetivos do estudante

De acordo com o professor Renato Pellizzari, professor de história e coordenador de vestibular do colégio Qi, do Rio de Janeiro, antes de entrar no sistema o mais importante é que os candidatos reflitam e pesquisem muito sobre as possibilidades de carreira . “É sempre muito difícil para um aluno, ainda mais muito jovem, essa escolha profissional”, comenta.

“O Sisu abre uma infinidade de possibilidades até o último minuto. Esse leque de opções e essa pressão pelo passar faz com que muitos acabem colocando ali carreiras que na verdade eles não têm vontade de cursar”, explica Pellizzari. Para ele, é essencial estar confiante na decisão para evitar frustrações futuras.

Nesse momento, é preciso pensar também sobre as possibilidades financeiras . É importante saber, por exemplo, se em caso de aprovação em uma universidade em outro estado, será financeiramente possível fazer a mudança. Outro ponto a se considerar é se a instituição escolhida oferece bolsas ou outras políticas de permanência estudantil .

Sabendo qual carreira deseja seguir, o professor recomenda que o estudante acesse o site do Sisu . A plataforma já está aberta para consultas . Lá, o candidato pode pesquisar todos os cursos oferecidos, a partir da universidade, cidade ou carreira desejada. 

Para Pellizzari, uma boa ideia para se preparar é fazer uma lista de prioridades, elencando as principais opções. A lista, porém, não deve ser muito longa, explica o professor, para que o aluno não se confunda na hora de fazer a inscrição.

Leia também: Inscrições no Sisu, ProUni e Fies estão perto. Não perca o prazo!

Quais as chances de aprovação

Com a carreira escolhida e as opções elencadas, o estudante pode aproveitar os últimos dias antes do Sisu para ter uma ideia sobre suas chances de aprovação . Uma das formas de fazê-lo é conferindo quais foram as notas de corte do ano anterior em cada uma das opções listadas. Para ter uma noção mais real é importante conferir o valor tanto da primeira quanto da última chamada.

Outra maneira de tentar prever as chances de passar na universidade é por meio de simuladores . Há diversos sites gratuitos nos quais o candidato insere suas notas e o curso e/ou estado desejado e recebe um parâmetro que toma por base as notas de anos anteriores.

Leia também: Governo federal anuncia bolsas de estudos para combate ao crime

Seja qual for o método de preparação escolhido pelo candidato, o professor Renato Pellizzari reforça que se preparando com antecedência o estudante fica mais confiante para fazer as melhores escolhas na hora decisiva do Sisu . “Quanto mais informações eles tiverem, melhor”, afirma.

    Leia tudo sobre: Enem

    Veja Também

      Mostrar mais