O governo federal vai investir na construção de colégio militar
Reprodução/Twitter
O governo federal vai investir na construção de colégio militar


O governo federal irá injetar R$60 milhões no início da construção de um colégio militar na cidade de São Paulo este ano, de acordo com a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo. A unidade será a primeira do estado e a 14ª do país. 

O colégio será construído no Campo de Marte e a obra está prevista para acabar em 2023. Além do dinheiro investido pelo governo federal, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo ( Fiesp ) também irá patrocinar o projeto arquitetônico do Exército .

Leia também: Proposta de Bolsonaro para militarizar ensino cria sensação de autoritarismo

Assim como nos outros 13 colégios espalhados Brasil afora, a escola militar paulista será administrada exclusivamente pelo Exército . Essa unidade não tem relação com o  projeto lançado pelo Ministério da Educação no ano passado, já que este prevê convênios com escolas civis já operantes, e não a construção de novas unidades. 

Apesar das obras demorarem, o colégio militar já deve começar a funcionar na capital paulista. Neste ano, uma turma de 90 alunos do 6º ano do ensino fundamental será aberta e terá aulas provisoriamente no Centro de Preparação de Oficiais da Reserva de São Paulo. A cada ano, uma nova turma da série seguinte será aberta, até que o colégio ofereça vagas para todo o ensino fundamental II e ensino médio.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários