Tamanho do texto

Os cursos de medicina e engenharia aeronáutica tiveram as notas mais altas; oito cursos tiveram a nota de corte mínima, de 27 pontos

Meninas prestam Fuvest arrow-options
Sara Baptista/iG Último Segundo
Divulgação das notas de corte aconteceu na manhã desta sexta-feira (6)

A Fundação Universitária para o Vestibular ( Fuvest ) divulgou nesta sexta-feira (6) as notas de corte para a segunda fase do vestibular da USP. Os cursos de medicina e engenharia aeronáutica tiveram as maiores notas.

Leia também: Inscrições para o Sisu poderão ser feitas a partir de 21 de janeiro

Para fazer a prova da segunda fase do curso de medicina em São Paulo o candidato de ampla concorrência precisa ter acertado 78 das 90 questões. No caso de candidatos alunos de escola pública era preciso acertar pelo menos 69 e o grupo que tem direito às cotas raciais deveria fazer no mínimo 59 pontos. 

No campus de Bauru o mesmo curso teve notas de corte de 75, 68 e 59. Para tentar uma vaga de medicina em Ribeirão Preto é preciso ter acertado 75, 67 e 59. As notas deste ano são bem mais altas do que as do vestibular do ano passado.

O segundo curso com notas de corte mais elevadas foi o de engenharia aeronáutica no campus de São Carlos, com 70, 58 e 37. Oito cursos tiveram a nota de corte mínima, de 27 pontos. São eles: biblioteconomia, gestão ambiental, letras, música no campus de Ribeirão Preto, pedagogia também em Ribeirão Preto, engenharia de biossistemas em Pirassununga, licenciatura em química em Ribeirão Preto e licenciatura em matemática/física.

As provas da segunda fase acontecerão nos dias 5 e 6 de janeiro de 2020. No primeiro dia todos realizarão uma prova de língua portuguesa e redação. No segundo dia o exame será específico de acordo com o curso escolhido pelo candidato.

Leia também: Comissão convoca Weintraub para esclarecer fala sobre maconha em universidades

Em 2020 a USP oferecerá 11.147 vagas em 106 carreiras de graduação. Destas, 8.317 serão preenchidas pelo vestibular da Fuvest e 2.830 são voltadas para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Há ainda 113 vagas destinadas para estudantes brasileiros participantes de competições de conhecimento.