Tamanho do texto

Ministro disse que interesse do MEC é “simplesmente selecionar as melhores pessoas para ocupar vagas nas faculdades. Nossa preocupação é mérito, só”

Weintraub arrow-options
Arquivo/Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Em entrevista, ministro falou sobre a produção da nova prova do Enem

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano terá como foco conhecimentos objetivos. Segundo o ministro da Educação, Abraham Weintraub, a preocupação do Ministério da Educação (MEC) será selecionar os melhores alunos para ocupar as vagas no ensino superior.

Leia também: Advogados pedem revogação da prisão de filho de Flordelis: "não há provas"

“Não vai cair ideologia, a gente quer saber de conhecimento científico, técnico, de capacidade de leitura, de fazer contas, de conhecimentos objetivos”, afirmou o ministro que participou nesta terça-feira (24) do programa Brasil em Pauta, da TV Brasil.

Ele acrescentou que o interesse do MEC com o Enem é “simplesmente selecionar as melhores pessoas para ocupar as vagas nas faculdades. A nossa preocupação é mérito, só”.

Após polêmica envolvendo questões do Enem no ano passado, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira ( Inep ), vinculado ao Ministério da Educação , criou, no início deste ano, um grupo responsável por "identificar abordagens controversas com teor ofensivo a segmentos e grupos sociais, símbolos, tradições e costumes nacionais" e, com base nessa análise, recomendar que tais itens não fossem usados na montagem do Enem 2019.

O ministro ressaltou, na entrevista, que a aplicação do exame este ano está garantida.

Carteira estudantil será digitalizada

Ele falou ainda sobre a digitalização do MEC, que lançou, este ano, a carteirinha de estudante digital. A ID Estudantil começará a ser emitida em dezembro.

A digitalização também chegará ao Enem, que, ano que vem, terá aplicação por computador realizada de forma piloto.

O Enem 2019 será realizado nos dias 3 e 10 de novembro, em 1.727 municípios brasileiros. Mais de 5 milhões de pessoas farão o exame em 14 mil locais de aplicação de provas.

Leia também: Abuso de autoridade: saiba quais vetos de Bolsonaro foram derrubados

Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada ( Sisu ), que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Os estudantes podem ainda concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos ( ProUni ) e podendo ser beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil ( Fies ).

    Leia tudo sobre: Enem