Tamanho do texto

Bolão com 49 funcionários do PT na Câmara foi o vencedor do prêmio; 'Agora já podem parar de defender o Lula', escreveu o ministro da Educação

Ministro da Educação%2C Abraham Weintraub%2C arrow-options
Renato Costa / FramePhoto / Agência O Globo - 28.8.19
Ministro da Educação, Abraham Weintraub,

O ministro da Educação Abraham Weintraub publicou uma série de mensagens em sua conta do Twitter nesta quinta-feira (19), ironizando o fato de um bolão de  assessores do PT ter vencido o prêmio da Mega-Sena na noite de ontem. 

"Petistas na liderança do partido obtiveram R$ 120 milhões. Aparentemente, não há crime no episódio. Dúvidas: Será a primeira vez que a PF não vai investigar petista que fica milionário? O PT expulsa que fica milionário sem roubar?", escreveu Weintraub na rede social. 

A Mega-Sena sorteou o prêmio de R$ 120 milhões nesta quarta-feira (18), a terceira maior premiação do ano, e o "bolão" com 49 funcionários da liderança e assessores do PT na Câmara dos Deputados foi o grande vencedor. 

"Há rumores de que os líderes do PT perdoariam os envolvidos contanto que o dinheiro fosse doado à causa", ironizou o ministro. "Parabéns à tigrada. Agora já podem parar de defender o Lula". Weintraub ainda questionou se os ganhadores do prêmio já haviam passado no shopping para comprar cuecas extra grandes. "(Velhos hábitos...)", escreveu ele. 

"Dois eventos praticamente impossíveis na mesma notícia: ganhar sozinho na mega Sena e petista ficar milionário sem roubar...estou com medo de ver um Saci Pererê hoje", concluiu o ministro. 

Leia também: Weintraub contesta Wikipédia e usa jurídico do MEC para mudança de verbete

O prêmio sorteado nesta quarta-feira foi o terceiro maior do ano. Cada um dos ganhadores vai faturar R$ 2,5 milhões, sendo que a aposta individual foi de apenas R$ 10.

    Leia tudo sobre: Mega-Sena