Tamanho do texto

Em vídeo de 2013, evangélica Iolene Lima (nova secretária executiva do MEC) prega que currículo escolar seja organizado "sob ótica das estruturas"

Educadora evangélica, Iolene Lima é nova secretária executiva do Ministério da Educação
Divulgação/Arquivo Pessoal
Educadora evangélica, Iolene Lima é nova secretária executiva do Ministério da Educação

"Uma educação baseada em princípios é uma educação baseada na palavra de Deus. Onde a geografia, a história, a matemática vai ser vista sob a ótica de Deus. Então o aluno vai aprender que o autor da história é Deus. O realizador da  geografia foi Deus. Deus fez as planícies, Deus fez os relevos, Deus fez o clima." A declaração é de Iolene Lima, educadora evangélica  anunciada na quinta-feira (14) como nova secretária executiva do Ministério da Educação.

As declarações de Iolene Lima foram dadas em entrevista concedida em 2013 ao canal de TV evangélico Feliz Cidade. Nas redes sociais, o vídeo viralizou após o anúncio do ministro Vélez Rodríguez em promover sua até então secretária substituta de Educação Basica para a condição de número 2 do MEC.

No depoimento, Iolene defende que toda a disciplina do currículo escolar seja "organizada sob a ótica das escrituras". "As escrituras não são um limitador para o conhecimento, mas é a partir dela que os professor invade as áreas do conhecimento e apresenta o conhecimento formal para o aluno", diz.

Em outro trecho, a educadora exemplifica como se dá a educação 'sob a ótica de Deus' na prática. "Uma coisa é o aluno ouvir: 'Olha, você não pode escovar o dente com a torneira aberta'. Outra coisa é o aluno ouvir: 'Olha, você não pode porque tem um princípio na Bíblia que diz que você tem que cuidar de tudo, que é oo princípio da mordomia. Deus deu, mas não é para você esbanjar, é para você cuidar'."

Leia também: "Ministério é do Vélez. Que o enfie no c*", diz Olavo de Carvalho

Assista ao depoimento de Iolene Lima abaixo:

Especialista em orientação educacional, Iolene é conhecida no meio evangélico pelo seu trabalho como diretora do Colégio Inspire, em São José dos Campos (SP). O colégio é mantido pela Igreja da Cidade, que é ligada à Igreja Batista.

O Ministério da Educação passa por momento de ebulição, com conflitos internos envolvendo o chamado grupo técnico da pasta, composto especialmente por profissionais do Centro Paula Souza; os ex-alunos do ideólogo Olavo de Carvalho , guru intelectual do governo Bolsonaro ; e os militares, ala que engloba, principalmente, profissionais ligados ao Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA).

Leia também: Alunos de Olavo de Carvalho foram exonerados do MEC junto com coronel

Iolene Lima não foi a primeira escolha do ministro Vélez Rodríguez para substituir Luís Antônio Tozi, que ocupava o cargo de secretário executivo do MEC até o início da semana passada. O ministro defendeu o nome de Rubens Barreto da Silva, secretário executivo adjunto, mas a indicação foi barrada pelo Planalto .