Tamanho do texto

Candidatos que realizaram o Enem 2018 já podem se inscrever no ProUni e concorrer a bolsas de estudos integrais e parciais em universidade privadas

Estudantes que realizaram o Enem 2018 e não possuem diploma do ensino superior já podem se inscrever no ProUni 2019
Divulgação/Agência Brasil/Valter Campanato
Estudantes que realizaram o Enem 2018 e não possuem diploma do ensino superior já podem se inscrever no ProUni 2019

As inscrições para o Programa Universidade para Todos (ProUni 2019) começaram nesta quinta-feira (31) para os estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018 e pretendem concorrer a bolsas de estudo integrais e parciais em universidades privadas do Brasil. A candidatura pode ser feita pelo site do programa, até as 23h59 deste domingo (3).  

Leia também: Fies e Prouni tem datas de inscrições adiadas; confira o novo calendário

Nesta edição do primeiro semestre de 2019, um número recorde de bolsas serão oferecidas pelo programa, de acordo com o Ministério da Educação. Os candidatos que se inscreverem no  ProUni 2019  poderão escolher dentre 243.888 bolsas de estudo, sendo que, 116.813 são bolsas integrais e 127.075 são parciais (50% do valor da mensalidade), distribuídas em 1.239 instituições de educação superior em todo o país.

Os estudantes que pretendem se inscrever no programa precisam ter feito o  Enem 2018  – tendo alcançado, no mínimo, 450 pontos na prova e não ter zerado a redação – e não podem ter um diploma do ensino superior. Além disso, o candidato precisa ter cursado o ensino médio completo na rede pública ou ter cursado o ensino médio, completo ou parcialmente, como bolsista na rede privada.

Deficientes físicos e professores da rede pública também têm direito a realizar inscrição no programa. O estudante precisa ainda se enquadrar nos seguintes critérios de renda: para bolsas integrais, a renda familiar bruta mensal per capita deve ser de até 1,5 salário mínimo (R$ 1.497); e para bolsas parciais, a renda familiar bruta mensal per capita deve ser de até três salários mínimos (R$ 2.994).

O Ministério da Educação (MEC) decidiu alterar as datas de inscrições do Sisu, Prouni e Fies deste semestre,  após o sistema do Sisu 2019 ter apresentado instabilidades na última semana . Antes da mudança, o prazo final de  inscrição  do Prouni 2019 estava previsto para esta sexta-feira (1ª).

Os resultados da primeira chamada serão divulgados no dia 6 de fevereiro, enquanto os candidatos que passarem na segunda chamada só serão convocados duas semanas depois, no dia 20 de fevereiro. Após selecionado na primeira chamada, o candidato terá entre os dias 6 e 14 de fevereiro para comparecer na instituição de ensino escolhida, afim de comprovar as informações prestada durante a inscrição. Já aqueles chamados na segunda chamada passarão pelo mesmo processo entre os dias 20 e 27 de fevereiro.

Leia também: "Ideia de universidade para todos não existe", diz ministro da Educação

Prouni 2019  tem o intuito de oferecer bolsas de estudo em cursos de graduação nas instituições privadas de ensino superior do país. Os estudantes selecionados ainda têm a possibilidade de requisitar uma Bolsa de Permanência, a fim de ajudar com os custos dos estudos, e podem também usar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para financiar a parte da mensalidade que não foi coberta pelo programa.

 *Com informações da Agência Brasil.

    Leia tudo sobre: Fies
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.