Tamanho do texto

Governo estima que 1,1 milhão de estudantes faça o aditamento este semestre; alunos devem validar informações inseridas pela faculdade no site

Novo Fies deve oferecer 310 mil vagas em 2018, sendo que 100 mil preveem taxa de juros zero
Isabelle Araújo/MEC
Novo Fies deve oferecer 310 mil vagas em 2018, sendo que 100 mil preveem taxa de juros zero

Após ter o prazo prorrogado, os estudantes brasileiros têm até esta quinta-feira (10) para concluírem a renovação do contrato do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) . O aditamento é referente ao primeiro semestre de 2018.

Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão vinculado ao Ministério da Educação, em razão do grande número de acessos no último dia de renovação – dia 30 de abril –, o sistema SisFies apresentou instabilidades. Por isso, o FNDE resolveu estender o prazo para renovação dos contratos do Fies .

De acordo com o Ministério da Educação, cerca de 1,1 milhão de contratos devem ser renovados neste semestre.  O MEC alerta ainda que os contratos do financiamento devem ser renovadas a cada seis meses (semestralmente). Inicialmente, o pedido para a renovação do contrato é realizado pela própria instituição de ensino e, depois, os alunos precisam validar todas as informações no Sistema Informatizado do programa (SisFies).

Leia também: Iniciativas gratuitas empoderam moradores de Paraisópolis por meio da educação

“Nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir do momento em que o estudante faz a validação no sistema. Já no aditamento não simplificado – quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador –, o estudante precisa levar toda a documentação comprobatória ao agente financeiro", explica o MEC.

Mudanças no programa em 2018

Estudantes que ingressarem no programa a partir de 2018 já entrarão em um novo sistema de financiamento. Com as mudanças, a expectativa do Ministério da Educação (MEC) é que 310 mil vagas sejam destinadas ao programa neste ano, sendo 100 mil para estudantes de baixa renda que terão juro zero e serão voltadas para os estudantes que tiverem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos.

As outras modalidades serão garantidas com recursos dos fundos constitucionais regionais e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Leia também: Inscrições no Enem 2018 começam nesta segunda-feira; saiba como se candidatar

O Fies financia estudantes de cursos privados do ensino superior, profissional, técnico ou tecnológico e em programas de mestrado e doutorado. Para que tenham acesso às faculdades, os jovens precisam passar por avaliação em processos estabelecidos pelo MEC, como o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

    Leia tudo sobre: Fies
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.