undefined
Tomaz Silva/Agência Brasil
Segundo dia de provas do Enem será em 12 de novembro, com questões de matemática e ciências da natureza

Os participantes que se esqueceram de transcrever a frase do caderno de questões para o cartão-resposta do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) terão as suas provas corrigidas. A decisão do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, foi divulgada nesta quinta-feira (9).  

No entanto, o Inep deixa claro que a decisão pela correção dos participantes que se esqueceram da transcrição é extraordinária e que a necessidade de escrever a frase no cartão-resposta do Enem não está interrompida. Todos os candidatos devem ficar atentos às orientações na capa do caderno de questões e transcrever a frase no segundo dia de prova, que será realizado no próximo domingo (12).

De acordo com o Inep, essa flexibilização só foi possível porque os novos mecanismos de segurança do exame, como a prova personalizada , adotada neste ano, e a coleta do dado biométrico, desde 2016, podem ser combinados para cumprir a função da transcrição da frase. “Pode prescindir, por essa razão, a função da transcrição da frase, excepcionalmente em caso de esquecimento por parte do participante, de forma a impedir que outra pessoa faça a prova no lugar de um inscrito”, diz o instituto.

A frase permite a verificação grafológica, com o objetivo de checar se o autor da redação era realmente a pessoa inscrita. Com o dado biométrico , a Polícia Federal pode checar todas as digitais. Já a prova personalizada impede a troca de cadernos de questões.

Leia também: Novas regras para Fies são aprovadas pelo Senado e já deverão valer em 2018

Como foi o primeiro dia

Dos 6,73 milhões de inscritos para o exame deste ano, que começou a ser aplicado no domingo (5) em todo o País, um percentual de 30,2% não compareceu ao primeiro dia de provas. Esse é o maior índice de abstenção desde 2009, quando foram registradas 37,7% de ausência.

De acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Inep, houve grande queda no número de candidatos eliminados no primeiro dia de provas na comparação com a edição do ano passado.

No domingo, apenas 273 eliminações de candidatos foram computadas, sendo 264 por descumprimento das regras gerais do edital e nove por porte de algum equipamento identificado pelos detectores de metal . Em 2016, o exame teve 3.942 eliminações ao final do primeiro dia e 4.780 no segundo.

O primeiro dia de provas testou os conhecimentos dos estudantes sobre linguagens (língua portuguesa e língua estrangeira) e ciências humanas (geografia, história, filosofia, sociologia e conhecimentos gerais). Também foi pedido aos alunos a prova de redação, que neste ano teve como tema os "desafios para a formação educacional de surdos no Brasil".

Leia também: Fez a primeira prova? Veja dicas do que fazer no 'intervalo' até domingo

O segundo dia de provas será em 12 de novembro, com questões de matemática e ciências da natureza. Este é o primeiro ano que o Enem é realizado em dois domingos consecutivos. Até o ano passado, as provas eram realizadas em um único fim de semana – sábado e domingo.

* Com informações da Agência Brasil

    Leia tudo sobre: Enem

    Veja Também

      Mostrar mais