undefined
Divulgação/ Suzantur
Ponto final da linha que o motorista dirigia era ao menos dez quadras do local onde os candidatos fariam o Enem

O desespero já estava tomando conta de um grupo de estudantes que estava a caminho do local de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em São Carlos, no interior de São Paulo, no último domingo (5). Eles estavam atrasados e não havia nenhuma linha de ônibus onde eles estavam que os levassem até o Centro Universitário Central Paulista (Unicep).

A sorte do grupo foi encontrar o motorista de transporte público Geraldo Casalli, que dirigia o ônibus da linha 41 e resolveu “esticar” o trajeto até o Unicep e evitou que os estudantes perdessem a prova do Enem. O ponto final da linha que o motorista dirigia era na Associação Desportiva da Polícia Militar, no Jardim Santa Felícia – ao menos dez quadras do local onde os candidatos fariam a prova.

''Eu queria muito agradecer esse motorista. O nome dele é Geraldo. Queria dizer que nesse mundo tão desumano, encontrar pessoas como ele que faz o bem pelo ser humano sem obrigação nenhuma, enche a gente de esperança. Muito obrigada de verdade!'', escreveu em uma publicação no Facebook a internauta Angellittaa Silva.

Leia também: Protagonistas do tema da redação, candidatos surdos comentam desempenho

#showdosatrasados

Como é comum em todas as edições do exame, vídeos e fotos de barrados nos portões começaram a circular logo que a prova começou. A onda de memes já domina a internet e neste ano o próprio Twitter criou a hashtag showdosatrasados.

As provas do primeiro domingo foram de redação, linguagens – que envolve questões de língua portuguesa e língua estrangeira – e ciências humanas – geografia história, filosofia, sociologia e conhecimentos gerais. Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) cerca de 60% dos 6,7 milhões de inscritos realizaram a prova.

O exame começou às 13h30, no horário de Brasília, mas os portões dos locais onde o exame é aplicado ficaram abertos das 12h às 13h, conforme o horário oficial. No primeiro dia, os candidatos tiveram cinco horas e 30 minutos para resolverem todas as 90 questões, além de elaborarem a redação.

Leia também: Candidatos reclamam de torcida negativa nos portões

Essa última foi tema de discussões nos últimos dias por conta de uma regra do edital da prova que foi cancelada. Ela previa que quem desrespeitasse os direitos humanos em algum argumento da dissertação teria a redação anulada. No próximo domingo (12), acontecem as provas do Enem de Ciências da Natureza e suas Tecnologias e de Matemática e suas Tecnologias.

    Leia tudo sobre: Enem

    Veja Também

      Mostrar mais