Tamanho do texto

Veja como fazer a inscrição para participar das aulas que irão preparar estudantes de Palmas para fazer o Exame Nacional do Ensino Médio

Cursinho para o Enem será destinado, principalmente, aos alunos da rede pública que estão finalizando o Ensino Médio
shutterstock/Reprodução
Cursinho para o Enem será destinado, principalmente, aos alunos da rede pública que estão finalizando o Ensino Médio

Com menos de três meses para a prova, o Instituto Federal do Paraná irá oferecer aulas como reforço aos estudos preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Por meio do Cursinho Pré-Enem IF-Conduz, ministrado pelos professores do Campus Palmas, além dos estudantes da rede pública de ensino a comunidade em geral que estiver interessada no assunto também poderá participar das aulas gratuitas.

Leia também: Mais duas universidades portuguesas irão aceitar nota do Enem para admissão

Porém, as vagas para acompanhar as aulas sobre o Enem serão limitadas. Serão aceitos apenas 60 pessoas, com prioridade para estudantes do 3º ano do Ensino Médio das escolas públicas e dos cursos técnicos do Instituto Federal Palmas. No entanto, as inscrições não estão restritas apenas a essas pessoas, e as vagas se expandem para toda a população.

Inscrições

A candidatura precisa ser feita presencialmente. As inscrições para o cursinho serão realizadas somente na próxima quinta-feira (10), das 14h às 19h30, no Bloco C, sala 15 do Campus. É necessária a apresentação de um documento de identificação, cópia do RG e do comprovante de inscrição no exame.

O resultado do sorteio das vagas deverá sair no dia seguinte, sexta-feira (11), pela internet. Para acessar, é preciso entrar no site do Campus Palmas do IFPR.

As aulas começarão no dia 21 de agosto e vão até o final de outubro, de segunda a sexta-feira, das 19h30 às 23h05. Todas as disciplinas abordadas na prova serão abordadas no curso.

Transporte gratuito

O professor Claudionei Pauli, que faz parte do projeto, informou que em uma parceria com o Poder Executivo Municipal, por intermédio do Departamento de Educação, os custos com transporte e materiais não serão cobrados dos estudantes.

Leia também: Escola Sem Partido pede fim da regra sobre Direitos Humanos na redação do Enem

Isso porque, de acordo com ele, parte dos estudantes da rede pública terão transporte gratuito para poderem ir às aulas. Além disso, empresas, organizações e profissionais liberais  irão apoiar o cursinho e arcar com os gastos com o material didático organizado pelos professores, oferecendo-os gratuitamente aos alunos.

Segundo o professor Sânderson Reginaldo de Mello, também membro do projeto, o cursinho é serve como um complemento para quem está finalizando o Ensino Médio, servindo como um apoio ao que é trabalhado em sala de aula nas escolas da rede estadual.

Enem

O exame deste ano será realizado em dois domingos seguidos, diferente dos outros anos. As datas escolhidas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) foram os dias 5 e 12 de novembro.

A ordem de aplicação dos conteúdos também foi alterada. Desta vez, no primeiro domingo, dia 5, serão aplicados os exames de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, e os candidatos terão 5 horas e 30 minutos para a realização.

Já no segundo dia, 12, os participantes terão que lidar com as questões das provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4 horas e 30 minutos de duração. Um dos fatores que motivaram o instituto a modificar o Enem para os domingos foi a facilitação para os candidatos sabatistas, que tradicionalmente precisavam esperar até às 19h do sábado para iniciar a prova.

Leia também: Conheça os segredos para se sair bem na redação do Enem

    Leia tudo sobre: Enem