Tamanho do texto

Edição do segundo semestre oferece 75 mil vagas e é a última nos atuais moldes do programa, reformulado para 2018; resultado sai na segunda-feira

Prazo para inscrições da lista de espera por vagas remanescentes do Fies será aberto na segunda-feira (31)
Isabelle Araújo/MEC
Prazo para inscrições da lista de espera por vagas remanescentes do Fies será aberto na segunda-feira (31)

Os estudantes interessados em assinar contratos com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies)  para o segundo semestre deste ano têm só até esta sexta-feira (28) para se candidatar a uma vaga. As inscrições são feitas pela internet, por meio  deste link . O Ministério da Educação vai assinar 75 mil novos contratos nesta segunda edição do Fies em 2017, que é também a última nos atuais moldes do programa, que foi reformulado para a partir do ano que vem.

Podem se candidatar às vagas do  Fies  do segundo semestre os estudantes que possuem renda familiar de até três salários mínimos por pessoa e que fizeram a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010 e tenham obtido ao menos 450 pontos, além de não ter zerado na prova de redação. Também é necessário que a renda familiar do candidato não ultrapasse o limite de três salários mínimos por pessoa.

O resultado da pré-seleção estará disponível já a partir da segunda-feira (31) – data em que também estará aberto o prazo para inscrições da lista de espera. Os estudantes que receberem o sinal verde nessa etapa deverão concluir a inscrição pelo sistema informatizado do programa (SisFies) no período de terça-feira (1º) ao dia 8 de setembro.

Com a oferta dessas 75 mil vagas para o segundo semestre, o Ministério da Educação espera que o total de novos contratos de financiamento assinados em 2017 chegue a 225 mil.

Leia também: Unicamp abre inscrições para o vestibular 2018 na segunda-feira (31)

Novo Fies

Os estudantes que assinarem o contrato de financiamento nesta edição serão os últimos a contar com as regras já conhecidas do programa, com taxa de juros de 6,5% ao ano. Isso porque a partir do ano que vem, o Fundo de Financiamento Estudantil terá nova sistemática , com três modalidades.

A primeira delas terá juro zero, corrigido somente pela inflação, e irá oferecer 100 mil vagas em 2018, de acordo com o MEC. Poderão contratar essa opção de financiamento estudantes que possuam renda familiar mensal de até três salários mínimos por pessoa. A proposta do Ministério da Educação é que os custos do financiamento não comprometam mais que 10% da renda da família.

A segunda modalidade foi batizada como Fies Regional, que vai oferecer no próximo ano 150 mil contratos nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, com juros de até 3%. Poderão se candidatar estudantes com renda familiar de até cinco salários mínimos por pessoa. 

Por último, o MEC anunciou também o Fies Desenvolvimento, que vai oferecer 60 mil vagas mediante à captação de recursos junto ao BNDES e aos fundos de desenvolvimento regional. Essa modalidade também poderá ser contratada por alunos com renda familiar de até cinco salários per capita.

Leia também: USP oferece acesso gratuito a aulas virtuais de professores da universidade

    Leia tudo sobre: Fies