Tamanho do texto

São oferecidas 2.431 vagas, entre cursos técnicos e de nível superior; interessados devem pagar a taxa de cadastramento até o dia 12 de junho

Taxa para inscrição no vestibular do IFPE é de R$ 30 para cursos técnicos e R$ 55 para os cursos superiores
Divulgação
Taxa para inscrição no vestibular do IFPE é de R$ 30 para cursos técnicos e R$ 55 para os cursos superiores

O IFPE (Instituto Federal de Pernambuco) abriu nesta segunda-feira (22) as inscrições para o vestibular do segundo semestre de 2017. Nesta edição de meio de ano do processo seletivo, são oferecidas 2.431 vagas em 41 cursos de nível técnico e superior, que são distribuídos nos 16 campi da instituição de ensino.

Leia também: Faetec do Rio tem mais de 4 mil vagas abertas para cursos técnicos e superiores

A inscrição para o vestibular deve ser feita por meio do site da IFPE, na área destinada aos processos seletivos e concursos. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição e emitir o boleto, no valor de R$ 30 para cursos técnicos e R$ 55 para os cursos superiores. O pagamento deve ser feito somente nas agências do Banco do Brasil até o dia 12 de junho. A inscrição é gratuita para os que concorrerão às vagas dos cursos Proeja.

A instituição oferece isenção da taxa de inscrição para os candidatos com renda inferior ou igual a um salário mínimo e meio, oriundos de escolas públicas, bolsistas de escolas privadas e egressos de programas como o Mulheres Mil e o Proifpe. As pessoas que se enquadram nesses requisitos poderão solicitar gratuidade na inscrição até o dia 25 de maio, também por meio do site.

Após esse procedimento, o candidato deve procurar o campus onde concorre à vaga, no período de 22 a 26 de maio, das 9h às 12h e das 14h às 17h, para entregar a documentação exigida no edital. A lista dos contemplados com a isenção será divulgada no dia 31 de maio. Todos os candidatos que conquistarem o benefício já estarão automaticamente inscritos no processo seletivo do segundo semestre.

Leia também: Veja cinco documentários que podem te ajudar a ir bem no Enem

Os candidatos com deficiência podem solicitar a aplicação da prova em condições especiais. Para isso, basta apresentar requerimento, disponível no Manual do Candidato, que se encontra no site da instituição, e entregá-lo devidamente documentado com atestado médico contendo diagnóstico e CID (Código Internacional de Doenças), no período de 22 de maio a 12 de junho.

Cotas

Metade das vagas do processo seletivo do segundo semestre é oferecida pelo Sistema de Cotas e reservada para candidatos oriundos da rede pública de ensino. No momento da inscrição, esses estudantes poderão optar por subcotas de renda ou etnia. A primeira é destinada a quem tem renda familiar per capta de até um salário mínimo e meio. A segunda opção é voltada para negros, pardos e índios. Ainda há cotas para moradores da zona rural ou filhos de agricultores que optem por cursos de vocação agrícola. Nesse caso, a reserva é de 25% das vagas de ampla concorrência (não cotista).

Leia também: Fies terá mudanças e Ciência sem Fronteira não será retomado, diz ministro

As provas do vestibular estão marcadas para o dia 2 de julho. A lista com o nome dos aprovados será divulgada no dia 12 do mesmo mês.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.