Professora organiza dicas para redação do Enem 2016, posta nas redes sociais e viraliza até hoje
Reprodução/Facebook/Tarsila Baylão
Professora organiza dicas para redação do Enem 2016, posta nas redes sociais e viraliza até hoje

Quem já está se preparando para a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) edição 2017, certamente está se preocupando com um dos quesitos mais temidos pelos candidatos: a redação.

Leia também: Mais três instituições de ensino superior portuguesas passam a aceitar o Enem

Essa parte da prova mexe até mesmo com as pessoas que possuem mais facilidade com a escrita, e foi pensando nisso que a professora de um curso preparatório para o Enem , Tarsila Baylão, compartilhou em seu perfil nas redes sociais um esquema para ajudar a preparar o texto.

O material viralizou na época que a publicação foi feita, em outubro do ano passado. Organizado em uma folha de papel, ela estrutura quais os passos o estudante deve seguir para criar o texto, com tópicos como "introdução", "desenvolvimento" e "conclusão", além de reunir os erros mais comuns cometidos pelos candidatos que acabam diminuindo a pontuação.

De uma maneira bem didática, os cards, como ela mesma chamou as postagens, também mostram o que os avaliadores esperam encontrar em cada parágrafo da redação . Entre as orientações, a professora alerta para o uso  de referências abstratas, que não devem ser usadas, como "na antiguidade", por exemplo. Além dos tópicos de como estruturar o texto, Tarsila ainda dá exemplos do que os corretores da redação esperam encontrar. 

Leia também: Espelhos das redações do Enem só serão divulgados em abril

Você viu?

Lembrando que as redações são avaliadas por corretores que consideram, entre outras questões, o domínio da escrita formal, a elaboração da proposta em respeito aos direitos humanos, a elaboração de proposta de intervenção para o problema abordado e a defesa do ponto de vista.

"Foi com curiosidade que busquei aprender o que sei para poder transmitir para os meus alunos. Pesquisando, lendo, assistindo vídeos, vivendo a experiência da sala de aula. Tudo isso foi a base para criar esses cards que, desintencionalmente, atingindo milhares de estudantes", comentou ela em uma de suas publicações.

Repercussão surpreendeu a professora

O post tem mais de 30 mil reações, 100 mil compartilhamentos, e quase 20 mil comentários. A repercussão foi um estímulo para a criação da página "Rabiscos da Aula", criada no Facebook, onde a professora compartilha novidades sobre o Enem, além de suas experiências e conteúdo para auxiliar quem está se preparando para a prova.

"Os cards foram reproduzidos em tantas páginas e blogs, que a intenção de fazer mais cards só aumentou e, assim, veio a ideia de transferir o conteúdo para uma página e manter as atualizações além do Enem e vestibulares", explicou ela, ao publicar o link da página. E completa: "vamos espalhar conhecimento".

Confira as dicas abaixo:


Leia também: Taxa de isenção no Enem fica mais difícil de ser conseguida após novas regras

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários