Aline Macedo
Reprodução
Aline Macedo

Com a previsão de o Congresso analisar o veto à Lei Aldir Blanc 2 na semana que vem, a Associação dos Produtores de Teatro do Rio de Janeiro (APTR) lançou um manifesto com dez motivos pelos quais o "não" presidencial deve ser revertido.

O documento argumenta que o segmento cultural contribui com mais de 4% para o Produto Interno Bruto do Brasil, revertendo R$ 1,59 para cada real investido. Os produtores também tentam sensibilizar os deputados lembrando que o projeto foi gestado pelo Legislativo — e em diálogo com os trabalhadores do setor —, e tem como foco pequenos e médios produtores e artistas.

"A LAB 2 não tem partido, ela é verde e amarela. É uma conquista do povo brasileiro para o desenvolvimento de nosso país", diz o décimo motivo.

Ontem, Eduardo Barata, presidente da APTR, passou a mão no telefone para pedir a deputados que votassem pela derrubada do veto. E nesta quarta-feira (18), a produtora da Gávea Filmes Bianca de Felippes está em Brasília junto com o ator Bruce Gomlevsky para articular o apoio dos parlamentares, junto com colegas de profissão do Distrito Federal. São necessários 257 votos na Câmara e 41 no Senado para transformar o PL 1.518/2021 em lei.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários