Aline Macedo
Aline Macedo
Aline Macedo

Alerj aprovou, nesta terça-feira (15), em discussão única, com 49 votos favoráveis e 9 contrários – e abstenção de André Ceciliano – o projeto 5.071/2021, que prevê a incorporação da Uezo pela Uerj. Os reitores das duas universidades – Ricardo Lodi (Uerj) e Luanda de Moraes (Uezo) – acompanharam presencialmente a sessão da Casa, que estava com as galerias barulhentas. Os vereadores Rocal (PSD) e William Siri (PSOL), ambos da Zona Oeste, foram da Cinelândia à Carioca acompanhar a votação, e voltaram depois ao Pedro Ernesto celebrarem a notícia com os colegas.

Em seu discurso, o deputado Luiz Paulo, que pediu votação nominal, disse se tratar de um momento de tristeza, já que é a rendição da Universidade menor à maior, depois da falta de repasses e concursos em seus quadros.

“Parabéns a toda a comunidade da Uezo. Parabéns a toda a comunidade da Uerj na Zona Oeste. Agora, vai ser lei, a luta de vocês vai garantir ensino superior de qualidade. Muito orgulho de lutar com vocês”, disse Flávio Serafini, presidente da Comissão de Educação.

A Mesa Diretora precisou pedir diversas vezes silêncio das galerias barulhentas.

Leia Também

A incorporação representa uma maior atenção às demandas da comunidade estudantil e do corpo docente da Zona Oeste com um tratamento igualitário.

Para a fusão ser concretizada, o projeto terá que ser sancionado pelo governador Cláudio Castro (PL). O próprio Palácio Guanabara foi o responsável por encaminhar o PL à Alerj.


Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários