Ao som de Zé Keti, Eduardo Paes comanda o palco do PSD no Rio
Reprodução/PSD-RJ
Ao som de Zé Keti, Eduardo Paes comanda o palco do PSD no Rio

Faltaram crachás para a multidão que, em vez de ir à praia no sábado de sol, passou a manhã dentro de um hotel, no megaevento de  Eduardo Paes e do PSD. Foi tanta gente — 42 carros foram rebocados! — que a organização precisou segurar a porta, permitindo a entrada dos retardatários só após a saída de quem chegou mais cedo.

Chamado ao microfone ao som do clássico de Zé Keti "Eu sou o samba", o prefeito carioca ocupou o centro do palco, entre as estrelas Gilberto Kassab e Rodrigo Pacheco. Ao lado dos parlamentares que já integram os quadros do partido, como o senador Nelsinho Trad (MS) e o líder do partido na Câmara dos Deputados, Antonio Brito (BA), os secretários/pré-candidatos de Paes tiveram lugar de honra no tablado, bem à vista do público.

Já a turma sem pretensões para 2022, como Washington Fajardo, Brenno Carnevale e Marcus Faustini, ficou na plateia — junto com um dos rostos mais conhecidos e incensados da atual administração, o médico Daniel Soranz.

Gritos, batuques e camisetas

Marcelo Calero levou uma torcida organizada com direito até a uniforme, em camisetas onde se lia "Calero & Integridade & Cultura & Renovação". E, apesar de munida com instrumentos de percussão, a claque até empalideceu perto da multidão levada pelo vereador Luciano Vieira (Avante), que vestiu a galera de amarelo, e saudou o edil com gritos de "Uh, é Luciano!".

Metendo a colher na briga pelo Pilar

Dias atrás, o deputado Marcelo Dino anunciou que estaria em seu principal reduto eleitoral, o bairro de Pilar, em Duque de Caxias, com o governador Cláudio Castro. Não só tomou um bolo, como ainda teve o dissabor de ver que sua ex-mulher, a vereadora Deisi Dino está com mais moral. No dia seguinte, lá estava o chefe do Guanabara com Deisi — e com o desafeto Washington Reis.

Paraty e Botucatu em rota de colisão

Ainda não é verão, mas o clima está quente em Paraty. A prefeitura da cidade histórica entrou em uma queda de braço com a empresa de ônibus Primar, que vinha fazendo a conexão com vários municípios de São Paulo desde o ano passado, e proibiu a operação na rodoviária. Com os passageiros embarcando fora da cidade, vereadores de Botucatu (SP) fizeram uma moção de repúdio. Em nota pública, o prefeito Luciano Vidal desancou a empresa — e os parlamentares paulistas.

Valões limpos pela comunidade

O secretário de Meio Ambiente, Eduardo Cavaliere, assinou oito termos de cooperação com ONGs para tocar o programa "Guardiões dos rios" — criado em 2003 pelo então Luiz Carlos Ramos — pelos próximos 60 meses.

Leia Também

Retomada dos Jogos Escolares

O secretário especial de Esportes, Marcelo Magalhães, e o presidente da Comissão de Esportes da Alerj, Ronaldo Anquieta, estiveram no Parque Olímpico, em preparação para o retorno dos Jogos Escolares Brasileiros após 17 anos.


Picadinho

Acabam amanhã as inscrições para os editais da Funarte nas áreas de circo, artes plásticas, fotografia e dança. Outros prêmios vão até o começo de novembro.

A escultora Melinda Garcia está em cartaz no Centro Cultural Correios RJ com a exposição "Imortal: arte, alma e futuro".

Três eventos de química e inovação se uniram em um só e levam as discussões a Búzios, na semana que vem.

Com 58% da população-alvo imunizada contra a Covid-19, o polo gastronômico e a rede hoteleira de Petrópolis voltaram a operar na capacidade máxima.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários