Tamanho do texto

Um belo espetáculo, mas o que isso quer dizer exatamente?

'Superlua de Sangue de Lobo' ocorrerá na madrugada de domingo para segunda e poderá ser observada em todo o país
Reprodução/Shutterstock
'Superlua de Sangue de Lobo' ocorrerá na madrugada de domingo para segunda e poderá ser observada em todo o país

Na virada do dia 20 ao 21 deste mês poderemos contemplar um belo espetáculo nos céus: a Superlua de Sangue de Lobo . Melhor ainda, o evento será visível de todo o país, representando uma grande oportunidade para os brasileiros. Mas com esse nome, o que vai acontecer exatamente? Pode deixar que o Astronotícias explica tudo direitinho.


A Lua de Sangue


O termo Lua de Sangue existe devido ao eclipse que acontecerá este final de semana. A Terra estará alinhada entre o Sol e a Lua, escurecendo o nosso satélite natural. No entanto, alguns raios do Sol atravessam a atmosfera da Terra e atingem a superfície da Lua, que fica avermelhada — da mesma maneira que vemos o Sol mais alaranjado durante o pôr-do-Sol todos os dias. É um efeito do espalhamento da luz pela nossa atmosfera.


A Superlua


Dizemos que estamos em uma fase de Superlua porque o satélite está um pouco mais próximo da Terra, parecendo aproximadamente 15% maior e 30% mais brilhante que o normal. Mas não é um efeito tão obviamente perceptível — nem tão raro, acontecendo algumas vezes ao ano —  então não acredite em tudo que você recebe no Whatsapp!


Leia mais sobre as fake news científicas


A Lua de Lobo


Esse termo tem origem nos Estados Unidos, onde antigamente chamavam a lua cheia de janeiro “lua de lobo”, quando os lobos estavam mais famintos devido ao inverno e se podia escutar seus uivos das vilas. Novamente, apenas um nome diferente para algo que acontece todo ano.


Um espetáculo da natureza


Tenho a impressão de que os últimos eclipses dependem de nomes complicados para chamar a atenção, dando um ar místico ao assunto e abrindo as portas para oportunistas associarem o evento a histórias inventadas de grandes cataclismas mundiais. Não se preocupem, é um evento natural e relativamente comum.

O que deve, sim, ser enfatizado, é a beleza do eclipse. Se você nunca viu a lua avermelhada no céu, é um belo espetáculo e justifica a noite em claro. Não precisa de telescópio, basta olhar pra cima e admirar o show da natureza — e torcer por uma ajudinha de São Pedro, porque com céu nublado ou chuvoso não vai dar pra ver nada.


Para observar:


Basta olhar para cima. A lua estará relativamente alta no céu, na direção norte. A sombra da Terra começa a aparecer à 01:34 (horário de Brasília) do dia 21 e a fase umbral (quando a lua fica avermelhada) começa às 02:41. Isso dura até as 03:43, e não veremos mais a sombra da Terra a partir das 04:51.


Leia mais: o que esperar da astronomia em 2019


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.