undefined
Divulgação
Nanda Santo Forte teve seu primeiro contato com a música aos 7 anos participando de um coral infantil de igreja

Menina tímida, cantava escondida pelos cantos da casa de sua avó. Mas nas brincadeiras de infância ou nas reuniões com as amigas, Nanda sempre dava um jeito de soltar sua voz – ela teve seu primeiro contato com a arte de cantar aos 7 anos de idade participando de um coral infantil de igreja. “Na época, o curso era uma grande referência para os jovens que tinham o sonho de ingressar no mundo da música. E as aulas eram ministradas no salão de uma tradicional igreja evangélica que minha família frequentava.”

Leia também: No ritmo do samba. As raízes do gênero musical

undefined
Divulgação
Cantora, compositora, dançarina... Nanda Santo Forte está empenhada em seu mais novo projeto: “Santo Forte”

Atualmente, Nanda está empenhada em seu mais novo projeto: “Santo Forte”, um mix de sambalanço, hip-hop, funk e outras levadas. Com sua banda e participação de DJs, ela apresenta seus “mashups” – que mesclam duas ou mais canções pré-existentes em uma só música. “Um som dançante, com muita ousadia pra não deixar ninguém parado na pista”, garante a cantora que também executa, com muito talento, o papel de compositora e dançarina.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários