Tamanho do texto

Sucesso no programa "Como Será?", jornalista concorre no "Comunique-se" como jornalista/apresentador na categoria: Cultura Falada

Alexandre Henderson  completa 10 anos ininterruptos em frente às câmeras
Divulgação
Alexandre Henderson completa 10 anos ininterruptos em frente às câmeras

Completando 10 anos ininterruptos em frente às câmeras, o jornalista Alexandre Henderson tem muito o que comemorar. Além de comandar um dos quadros mais queridos pelo público, o “Hoje é dia D”, no programa “Como Será?”, da rede Globo, apresentado por Sandra Annenberg, exibido nas manhãs de sábado, ele concorre como jornalista/apresentador ao prêmio "Comunique-se", na categoria: Cultura Falada. Porém, para chegar a esse momento, foram anos de muito trabalho. Henderson, que também é ator, começou sua carreira em 1997, atuando no grupo de teatro comandado por Ernesto Piccolo. O teatro o levou para o cinema. "O teatro trouxe a arte para a minha vida. Despertei potencialidades. E percebi que o palco poderia ser um canal de comunicação", faz questão de frisar.

Leia também: É o fim... Demitido por ser negro... 

O jornalista Alexandre Henderson comanda o “Hoje é dia D”, no programa “Como Será?”, da rede Globo
Divulgação
O jornalista Alexandre Henderson comanda o “Hoje é dia D”, no programa “Como Será?”, da rede Globo

Em 1998, participou de "Orfeu", de Cacá Diegues. E assim foram surgindo outras empreitadas. Em 2000, atuou no espetáculo "Ai Ai Brasil", dirigido por Sérgio Britto. E, em 2002, integrou o elenco de "Jornada de um poema", espetáculo que fez turnê nacional sob o comando de Diogo Villela e estrelado por Glória Menezes. E justamente em 2005, surgiu a chance de Henderson mostrar que o jornalismo corria nas suas veias. Foi aberto teste para a escolha do âncora do programa ‘Nota 10', no Canal Futura. Muitos jornalistas e inclusive atores participaram do processo. Bateram o martelo e Alexandre foi escolhido. Após o sucesso do projeto no Canal Futura, veio o teste para ancorar o “Globo Ciência”, onde ficou até 2013. "Foi uma delícia fazer o ‘Globo Ciência’. Foram anos de muito aprendizado onde eu tinha que transformar toda aquela linguagem científica em linguagem palatável", explica. Com o fim do “Globo Ciência”, Alexandre Henderson foi convidado para o que, hoje, é um orgulho na sua carreira, o “Como Será?”, que estreou em 2014. "Vi o programa nascer e está sendo um momento incrível da minha vida. Eu faço o quadro ‘Hoje é dia D’, e, a cada semana, eu estou em um território diferente e com temas muito variados".

Leia também: A luta continua...

Alexandre Henderson concorre como jornalista/apresentador ao prêmio
Divulgação
Alexandre Henderson concorre como jornalista/apresentador ao prêmio "Comunique-se"

Além de trazer as informações sobre diferentes locais e experiências, mergulhando no universo de cada assunto, o apresentador participa ativamente de todas as ações. "É uma alegria na minha vida. O programa conquistou o público, as pessoas adoram me ver, curtem meu jeito de conduzir as matérias. E a palavra que resume esse momento especial é: gratidão", resume feliz com o resultado do seu trabalho. Talento reconhecido: "Foi uma emoção muito grande quando eu soube que estou concorrendo. É o nosso Oscar do jornalismo brasileiro. Já ganhei outros prêmios, mas ser indicado para o 'Comunique-se' é incrível", comemorou, orgulhoso. "É a celebração desses anos todos de trabalho".