104 novas espécies de peixes são catalogadas no Pantanal
Imasul/Reorodução
104 novas espécies de peixes são catalogadas no Pantanal

Em um processo de descoberta que durou mais de 4 anos, pesquisadores do Laboratório de Ictiologia do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) catalogaram 104 novas espécies de peixes no Pantanal.

Durante o período, foram realizadas 51 expedições para coleta de amostras. Os peixes são conservados em formol e após todas as informações serem catalogadas, são enviados para o laboratório da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) 

Os pesquisadores também ampliaram em 40% o número de espécies até então conhecidas na região do Pantanal. “Estamos fazendo uma força tarefa para conseguir finalizar tudo e publicar o inventário em dezembro”, afirmou Heriberto Gimenes Junior à CNN , um dos coordenadores do projeto.

Conhecido por seus estudos científicos, o laboratório de Ictiologia do Imasul abriga mais de 7.500 peixes e 220 espécies. Em outubro de 2019, por exemplo, o Imasul realizou o primeiro registro de reprodução da espécie de peixe cascudo-viola em todo o mundo. O animal integra uma lista com 25 espécies ameaçadas de extinção no Cerrado e no Pantanal que são contempladas em um plano de ação nacional para conservação. 

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários