pantanal
ESTADÃO CONTEÚDO
Pantanal: área atingida pelas queimadas pode levar até 50 anos para se regenerar


Com a chegada da primavera as chuvas começaram a cair em cidades do Mato Grosso que sofreram com os  incêndios na região do pantanal e minimzou a poluição do ar, conforme nova medição de CO (monóxido de carbono) feita pelo Lapis (Laboratório de Análise e Processamentos de Imagens de Satélite), vinculado à UFAL (Universidade Federal de Alagoas), com dados de satélite da NASA (agência espacial norte-americana).


A região do Mato Grosso sofre com níveis de poluição superiores a 3.300% da máxima tolerada. O novo mapeamento de poluição registrado na terça-fiera (22) mostra que a cidade de Guatá teve uma redução drástica da poluição causada por CO, caiu de 1.730 ppm (partes por milhão) para 562 ppm.

Os efeitos das queimadas também atingiram estados do norte do país, como Rondônia e Acre, que seguem com taxas elevadas de poluição.

    Veja Também

      Mostrar mais