Enchentes irão se tornar cada vez mais devastadoras arrow-options
Conselho Municipal de Beira / Facebook
Enchentes irão se tornar cada vez mais devastadoras


O número anual de pessoas atingidas por enchentes no mundo deve dobrar até 2030, de acordo com estudo divulgado pelo World Resources Institute (WRI) . A estimativa é de um salto de 72 milhões, registrados em 2010 para 147 milhões no fim da década atual, além de um prejuizo financiero que subirá de 7 milhões para 15 milhões de dólares.

O estudo dividiu os países e suas regiões em cinco níveis de risco diante das inundações. O Brasil aparece no quarto nível, tanto para inundações costeiras quanto enchentes fluviais, aquelas que ocorrem nas regiões próximas a rios. Os locais em maior risco estão na Àsia, como Bangladesh, Vietnam, Índia, Indonésia e China.

O relatório divulgado pelo instituto de pesquisa indica que, perto de 2050, a tendendência é que esses número “sejam catastróficos”, com 221 milhões pessoas em risco. “Agora, nós estamos vendo, de fato, esse aumento na magnitude dos danos em tempo real. Nós nunca vimos esses tipos de enchentes antes”, afirmou Charlie Iceland, diretor da WRI, em entrevista ao The Guardian.

Leia também: Austrália: Coalas salvos de incêndios voltam à natureza para restaurar população

De acordo como estudo, as enchentes estão mais intensas em razão das mudanças climáticas, da povoação de áreas de alto risco e do afundamento do solo pelo uso excessivo das águas subterrâneas.

Até 2030, Índia, Bangladesh e Indonésia representarão 44% da população mundial afetada anualmente por inundações fluviais e 58% da população afetada por inundações costeiras.

    Veja Também

      Mostrar mais