Tamanho do texto

Temperaturas sofreram um aumento de 0,69ºC em relação ao mesmo mês do ano anterior. Os meses de junho e julho já tinham batido recordes de calor

calor de outubro arrow-options
shutterstock
Calor intenso marcou o mês em diversas partes do mundo

O Serviço Europeu de Mudança Climática Copernicus informou que o mês passado foi o outubro mais quente já registrado no planeta. Globalmente, as temperaturas em outubro de 2019 sofreram um aumento de 0,69ºC em comparação com a média do período de 1981 a 2010.

Leia também: Temperatura do planeta pode subir 3,4°C até 2100, diz relatório da ONU

Segundo a instituição, este é o quinto mês consecutivo em que a temperatura é recorde ou extremamente alta.

De acordo com os dados, os elevados índices foram registrados em grande parte do Ártico. Em toda a Europa, as temperaturas também estão acima da média, com exceção da maioria das áreas do norte e noroeste do continente. Além disso, boa parte do oeste dos Estados Unidos e do Canadá registrou temperaturas bem abaixo da média.

O mês de junho de 2019 já havia sido o mais quente entre os meses de junho. Já julho também atingiu o recorde absoluto.

Leia também: Últimos 5 anos são os mais quentes da história, diz levantamento da ONU

O Serviço de Mudança Climática do Copernicus publica relatórios climáticos mensais que relatam as mudanças observadas na temperatura global do ar na superfície e em outras variáveis.