Tamanho do texto

Leões brancos nasceram no último dia 28 de julho no santuário Caresse de Tigre; mutação genética acontece em espécie encontrada na África do Sul

Planeta

leões arrow-options
Reprodução/Caresse de Tigre
Leões nasceram no último dia 28 e foram batizados com os nomes dos personagens de "O Rei Leão"

O santuário Caresse de Tigre, que fica na cidade francesa de La Mailleraye-sur-Seine, na Normandia, anunciou o nascimento de dois raros filhotes de leão branco. Batizados de Nala e Simba, nomes de personagens do filme “O Rei Leão”, os filhotinhos nasceram no dia 28 de julho.

Leia também: Leoa devora filhotes dias após dar à luz em zoológico

Os leões brancos não são animais albinos, embora sua coloração venha de uma mutação genética no mesmo gene que causa o albinismo. Essa mutação acontece especificamente na sub-espécie Panthera leo melanochaita, encontrada na África do Sul.

A partir dos anos 1970, os leões brancos foram muito capturados, já que sua pelagem rara era considerada muito valiosa, e foram levados para reservas de caça, zoológico e circos pelo mundo.

Em 2004, a organização Global White Lion Protection Trust (WLT) iniciou um programa de reintrodução da espécie em seu habitat natural.

Leia também: Falso alerta de fuga de 14 leões gera apreensão em moradores da África do Sul

Desde então, foram registrados nascimentos de filhotes de leões brancos em duas reservas na África do Sul: a Reserva Natural de Timbavati, nos anos de 2006, 2008, 2009, 2011, 2012 e 2013, e também no Kruger Park, em 2014 e 2015.