Tamanho do texto

Mergulhadores britânicos descobriram um novo túnel subaquático que conecta Son Doong, na região central do Vietnã, com outra enorme caverna

Planeta

Son Doong, no Vietnã, já era conhecida como a maior caverna do mundo. E depois da mais recente expedição submersa nela, suas dimensões foram ainda mais ampliadas. Um trio de mergulhadores britânicos, Jason Mallinson, Rick Stanton e Chris Jewell – os mesmos que ajudaram no resgate do time de futebol preso na Tailândia em 2018 – descobriu um novo túnel subaquático que conecta Son Doong (que significa “caverna do rio da montanha”) com outra enorme caverna chamada Hang Thung. As cavernas ficam no Parque Nacional Phong Nha-Ke Bang, na província de Quang Binh, na região central do Vietnã.

Leia também: Neandertais e humanos modernos podem ser ainda mais distantes do que se pensa

Son Doong que já contava com 38,5 milhões de metros cúbicos, e soma agora mais um volume de 1,6 milhões de metros cúbicos. “Seria como se alguém encontrasse uma montanha no topo do Monte Everest, fazendo outro aumento de 1.000 metros”, disse à CNN Travel Howard Limbert, que fazia parte da equipe da British Cave Research Association (BCRA), que primeiro colocou os pés dentro de Son Doong e hoje é assessor técnico da empresa de turismo de aventura Oxalis, a única empresa licenciada para levar viajantes à essa caverna , e um dos especialistas em cavernas que ajudaram a organizar o mergulho.

Maior caverna do mundo
Divulgação
Dentro da caverna Son Doong, existem vários microclimas e diversos cenários, incluindo as maiores estalagmites do mundo, medindo até 80 metros de altura

Limbert diz que a equipe da Oxalis já sabia que a água de Son Doong tinha comunicação com a caverna Thung, através de testes de corantes, mas nenhum humano tinha entrado até então nesses rios subterrâneos. Os mergulhadores chegaram a 78 metros, e acreditam que o ramo de ligação atinge uma profundidade de 120 metros e continua por cerca de 1 quilômetro. A equipe não esperava que os túneis fossem tão profundos, porque as outras cavernas na área são bastante rasas.

Longa história

A caverna Son Doong foi encontrada por acaso em 1990 por um morador da região. Mas ele só conseguiu encontrar a entrada novamente em 2009. No ano seguinte foi declarada a maior do mundo. Datada de 3 milhões de anos atrás, ela foi aberta aos turistas em 2013, e é aclamada como um dos lugares mais bonitos da Terra . Dentro dela, existem vários microclimas e diversos cenários, incluindo duas selvas, possibilitadas por dolinas – aberturas criadas por tetos desmoronados – que permitem a entrada da luz solar. Além de incríveis estalactites e as maiores estalagmites do mundo, medindo até 80 metros de altura.

Maior caverna do mundo
Divulgação
Datada de 3 milhões de anos atrás, a caverna foi aberta aos turistas em 2013, e é aclamada como um dos lugares mais bonitos da Terra

Um passeio lá dentro geralmente dura dias. “Há uma passagem que tem belos fósseis de 400 milhões de anos. Levamos os visitantes para ver esses fósseis e, quando estão lá embaixo, no escuro, eles podem nadar. Todo mundo adora essa experiência de nadar no escuro na caverna – é uma experiência realmente incomum”, diz Limbert.

Leia também: Coalas vão acabar? Espécie está funcionalmente extinta, alerta fundação

A caverna Son Doong fica aberta ao turismo de janeiro a agosto e a carga máxima permitida por ano são 1.000 visitantes. Apenas 10 pessoas entram de cada vez. Cada grupo é necessariamente acompanhado por uma forte equipe de apoio de 27 pessoas, incluindo carregadores, cozinheiros, assistência de segurança, guias treinados pelo BCRA e especialistas em espeleologia.