Tamanho do texto

A espécie do mamífero é extremamente rara e, para alguns especialistas, poderia ser considerada extinta em todas as florestas do sudeste asiático

O chamado
Reprodução/BBC News
O chamado "porco mais feio do mundo" foi fotografado pela primeira vez em sue habitat natural


Cientistas conseguiram fotografar o chamado “porco mais feio do mundo” pela primeira vez na história em seu habitat natural. De acordo com a BBC News , o animal da espécie Sus verrucosus já poderia ser considerado extinto na natureza, apesar disso, câmeras instaladas em Java, na Indonésia, mostraram que o mamífero ainda pode ser encontrado em florestas do sudeste asiático.

Leia também: Mulher é mordida por tubarão durante lua de mel no Caribe; assista ao vídeo

Os equipamentos de detecção de movimento foram colocados em algumas florestas da região e foram os responsáveis por identificar que pequenas populações da espécie ainda sobrevivem em Java. A descoberta faz parte de um projeto liderado pela Dra. Johanna Rode-Margono, do Zoológico Chester, cuja equipe ficou muito surpresa ao flagrar o porco na natureza.

“Nós estávamos preocupados que todos ou pelo menos a maioria deles já teria desaparecido”, a especialista contou à BBC News , já que a constante perda de território e ameaças de caçadas afetaram diretamente a população do mamífero, como demonstrou um estudo realizado em 2004.

Estes animais desempenham um papel muito importante na ecologia das florestas, já que são responsáveis por cultivar o solo e espalhar sementes enquanto fungam o chão. Por outro lado, eles também representam a crescente pressão humana nas florestas tropicais da Indonésia. Os porcos têm perdido habitat por causa dos constantes desmatamentos para dar espaço à agricultura e o desenvolvimento urbano.

Além disso, por serem consideradas “pestes”, são caçados. “A caça esportiva também é um problema, e agora os animais podem estar cruzando com javalis selvagens europeus, o que pode levar à extinção da espécie”, explicou Rode-Margono.

Leia também: Com formato de caveira, "asteroide do Halloween" passará perto da Terra em 2018

Criação em cativeiro

Um centro de vida selvagem em Java começou a desenvolver um programa de criação em cativeiro dos animais. O objetivo dos cientistas é identificar algumas áreas onde os porcos, já crescidos, poderiam ser liberados e protegidos na natureza. “Ainda existe esperança”, disse a especialista.

“Se pudermos desenvolver projetos efetivos de conservação, talvez possamos mantê-los [vivos]”. Ela explicou que tudo no nosso ecossistema está conectado, e assim, tudo depende de tudo. “Se algo entra em colapso, outra coisa também irá, e esta é uma reação em cadeia na qual não podemos prever o que vai acontecer”.

Leia também: Tartaruga é resgatada após ficar presa a 800 quilos de cocaína nos EUA

Sobre a fama de "porco mais feio do mundo", Rode-Margono disse que, para ela, eles não são feios. "Eles são lindos".

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.